Correio do Povo | Notícias | Parlamento do Zimbábue inicia sessão sobre a destituição de Mugabe

Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

  • 21/11/2017
  • 11:35
  • Atualização: 11:42

Parlamento do Zimbábue inicia sessão sobre a destituição de Mugabe

Partido no poder do país afirma que líder não tem mais capacidade física para cargo

Parlamento do Zimbábue inicia sessão sobre a destituição de Mugabe  | Foto: AFP / CP

Parlamento do Zimbábue inicia sessão sobre a destituição de Mugabe | Foto: AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O Parlamento do Zimbábue iniciou nesta terça-feira a sessão dedicada a examinar o pedido de destituição do presidente Robert Mugabe, que governa o país há 37 anos. "Considero admissível esta moção", declarou o presidente da Assembleia Nacional, Jacob Mudenda, diante dos membros das duas câmaras do parlamento. "Esta moção não tem precedentes na história do Zimbábue", um país independente desde 1980, afirmou.

O partido no poder no Zimbábue, o Zanu-PF, decidiu iniciar o processo de destituição contra o chefe do Estado, que se nega a atender aos pedidos de renúncia desde a intervenção do exército na madrugada de 15 de dezembro. Durante uma reunião de emergência no domingo, a direção do partido destituiu Mugabe, de 93 anos, de seu cargo de presidente e expulsou sua esposa Grace Mugabe.

Em sua resolução, o Zanu-PF acusa o presidente de "ter autorizado sua esposa a usurpar seus poderes" e de "não ter mais capacidade física para assegurar seu papel". Segundo o artigo 97 da Constituição zimbabuana, a Assembleia Nacional e o Senado podem iniciar um procedimento de revogação do presidente com uma votação pela maioria simples. Nesse caso, é formada uma comissão para redigir a resolução de destituição, que deve ser aprovada com uma maioria de dois terços.