Correio do Povo | Notícias | Presidente sul-africano considera "injusto" que seu partido exija sua renúncia

Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 27 de Maio de 2018

  • 14/02/2018
  • 12:19
  • Atualização: 12:23

Presidente sul-africano considera "injusto" que seu partido exija sua renúncia

Zuma anunciou que fará uma declaração ao país no decorrer do dia

Zuma anunciou que fará uma declaração ao país no decorrer do dia | Foto: Phil Makagoe / AFP / CP

Zuma anunciou que fará uma declaração ao país no decorrer do dia | Foto: Phil Makagoe / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, considerou nesta quarta-feira "muito injusto" que seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC), exija a sua renúncia, estimando que não há nada que justifique essa medida. Após suas declarações à televisão pública, Zuma anunciou que fará uma declaração ao país no decorrer do dia.

"É muito injusto que esta questão seja levantada permanentemente", declarou Zuma em entrevista com a televisão pública SABC. "O que eu fiz? Ninguém me deu razões", acrescentou em referência ao pedido de renúncia do Comitê Nacional Executivo (NEC) de seu partido.