Correio do Povo | Notícias | Trump anuncia saída de Rex Tillerson do cargo de secretário de Estado

Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 27 de Maio de 2018

  • 13/03/2018
  • 10:01
  • Atualização: 11:12

Trump anuncia saída de Rex Tillerson do cargo de secretário de Estado

Presidente dos EUA revelou que Mike Pompeo será o sucessor

Rex Tillerson foi exonerado do cargo | Foto: Olivier Douliery / AFP / CP

Rex Tillerson foi exonerado do cargo | Foto: Olivier Douliery / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O presidente Donald Trump anunciou nesta terça-feira a saída do atual secretário de Estado, Rex Tillerson, que será substituído pelo atual chefe da CIA, Mike Pompeo. "Mike Pompeo, diretor da CIA, será o novo secretário de Estado.

"Ele fará um trabalho fantástico!", anunciou Trump no Twitter. "Agradeço a Rex Tillerson por seu serviço!", acrescentou. Trump também anunciou Gina Haspel como chefe da Agência Central de Inteligência, a CIA, a primeira mulher a ocupar este posto.

Trump diz que tomou decisão de alterar equipe

Em meio a dúvidas sobre o contexto da demissão do secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, o presidente Donald Trump disse em declarações à imprensa há pouco que foi ele quem tomou a decisão de alterar a equipe. Tillerson "será muito mais feliz agora", comentou o presidente, antes de embarcar para uma viagem a San Diego, onde inspecionará um protótipo do muro que ele pretende construir na fronteira com o México.

Mais cedo, ele escreveu no Twitter que Tillerson deixava o posto e seria substituído por Mike Pompeo, até então diretor da CIA. Trump disse aos repórteres que estava "feliz" com a notícia de que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes concluiu que não houve conluio entre sua campanha e a Rússia para influir nas últimas eleições presidenciais.

O comitê divulgará hoje uma proposta de relatório dos republicanos da Câmara que descarta conluio entre Moscou e a campanha de Trump, embora fale em algumas reuniões "inapropriadas" entre as partes à época. O presidente também elogiou Larry Kudlow, "um amigo de longa data". Segundo Trump, Kudlow "tem muito boa chance" de se tornar como o principal assessor econômico da presidência americana.

Trump apontou divergências com o agora ex-secretário de Estado Rex Tillerson, em particular sobre o acordo nuclear com o Irã, ao comentar sua decisão de substituí-lo pelo diretor da CIA, Mike Pompeo.

"Rex e eu (...) nos damos muito bem, mas divergimos em coisas", disse Trump aos jornalistas. "O acordo com o Irã achei que era terrível, ele achou que estava bem. Eu queria rompê-lo, ou fazer algo, ele sentia um pouco diferente. Então, realmente, não estávamos pensando do mesmo jeito", completou.