Correio do Povo | Notícias | Atriz pornô que teria se envolvido com Trump é detida nos EUA

Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 12/07/2018
  • 12:26
  • Atualização: 12:28

Atriz pornô que teria se envolvido com Trump é detida nos EUA

Stormy Daniels fazia uma apresentação em um clube de striptease

Stormy Daniels fazia uma apresentação em um clube de striptease | Foto: Handout / Franklin County Sheriff's Office / AFP / CP

Stormy Daniels fazia uma apresentação em um clube de striptease | Foto: Handout / Franklin County Sheriff's Office / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A atriz americana de filmes pornográficos Stormy Daniels, que enfrenta uma batalha legal contra o presidente Donald Trump, foi detida na quarta-feira durante uma apresentação em um clube de striptease, o que foi denunciado por seu advogado como uma "armação com motivações políticas". Daniels, que afirma ter mantido uma relação com Trump - o que o presidente nega - foi detida por um delito menor. O fato aconteceu durante uma apresentação em um clube de Ohio, afirmou o advogado Michael Avenatti no Twitter. Ele indicou que Daniels foi detida por supostamente ter permitido que um cliente a tocasse - de maneira não sexual - enquanto estava no palco.

"Isto foi uma armação com motivações políticas. Isto cheira a desespero. Vamos lutar contra as acusações falsas", afirmou Avenatti. "Eles estão dedicando recursos das forças de segurança para operações como esta? Tem que haver prioridades mais importantes!!!", acrescentou. Avenatti informou esperar que Daniels seja liberada rapidamente com o pagamento de fiança e acusada por contravenção pelo "toque".

Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford, deseja que a justiça anule um acordo assinado em 2016 e pelo qual ela recebeu 130.000 dólares em troca do silêncio sobre a relação que teria mantido com Trump em 2006. O acordo foi concluído antes da eleição de Trump à presidência em 2016. A atriz pornô demanda a anulação do mesmo, alegando que não foi assinado por Trump. O presidente nega que teve uma relação com a atriz, mas seu advogado Michael Cohen afirmou que pagou do próprio bolso os 130.000 dólares a Daniels, sem ter sido reembolsado por Trump. Mas depois o presidente admitiu que devolveu o dinheiro ao advogado.