Correio do Povo | Notícias | Londres se recusa a dar status diplomático a criador do WikiLeaks

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de Julho de 2018

  • 11/01/2018
  • 11:47
  • Atualização: 12:19

Londres se recusa a dar status diplomático a criador do WikiLeaks

Julian Assange está refugiado na embaixada do Equador há quase 8 anos

Londres se recusa a dar status diplomático a criador do WikiLeaks | Foto: Ben Stansall / AFP / CP

Londres se recusa a dar status diplomático a criador do WikiLeaks | Foto: Ben Stansall / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O governo britânico informou nesta quinta-feira que se recusa a conceder status diplomático a Julian Assange, recluso na embaixada do Equador em Londres desde 2012, conforme solicitado pelo governo equatoriano. "O governo do Equador solicitou recentemente o status diplomático para Assange no Reino Unido", indicou um porta-voz do ministério das Relações Exteriores britânico em comunicado. "O Reino Unido não atendeu o pedido", acrescentou.

O porta-voz terminou lembrando que "o Equador sabe que a única maneira de resolver esta questão é que Assange deixe a embaixada para enfrentar a justiça". Já a chancelaria equatoriana se recusou a comentar "rumores" quando questionada se Assange teria obtido a cidadania equatoriana.

O fundador da Wikileaks, o site que divulgou milhares de documentos oficiais americanos, entrou na embaixada para escapar da extradição para a Suécia, onde seria interrogado como suspeito em vários crimes sexuais que ele nega.

Assange certamente enfrentaria algumas semanas na prisão no Reino Unido por violar os termos de sua liberdade condicional, mas seu grande medo é acabar sendo extraditado para os Estados Unidos e julgado pela divulgação de documentos secretos.