Correio do Povo | Notícias | Detidos na Espanha membros de rede chinesa de tráfico de imigrantes

Porto Alegre

11ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de Junho de 2018

  • 13/03/2018
  • 08:26
  • Atualização: 08:30

Detidos na Espanha membros de rede chinesa de tráfico de imigrantes

Cerca de 155 pessoas foram presas acusadas de realizar serviço de entrada ilegal no Reino Unido ou Irlanda

  • Comentários
  • AFP

A Polícia espanhola anunciou nesta terça-feira a detenção de 155 pessoas, chineses em sua maioria, ao desmantelar uma rede secreta de tráfico de cidadãos procedentes da China que pagavam 20 mil euros para entrar ilegalmente no Reino Unido, ou na Irlanda. "A rede desmantelada tinha um caráter extremamente hermético, estruturado e hierarquizado", destacou a Polícia em um comunicado.

Ainda assim, os agentes conseguiram que cinco migrantes "prestassem depoimento contra a organização sob a figura da testemunha protegida". Segundo a Polícia, os quatro suspeitos de serem os mentores da rede foram detidos em Barcelona, graças a uma investigação iniciada há três anos. Foram detidos como "supostos autores dos crimes de pertencimento a uma organização criminosa, falsidade ideológica e contra os direitos dos cidadãos estrangeiros", segundo o comunicado.

O detalhe que deu a primeira pista foi um significativo aumento do uso de papéis falsos por parte de asiáticos que queriam embarcar para o Reino Unido do aeroporto de El Prat, em Barcelona. De acordo com a Polícia, "cada vítima pagava 20 mil euros pela viagem e, uma vez no território Schengen, eram mantidos em espaços confinados, temporariamente, situados em diversas localidades catalãs". Ficavam nesses locais até obter a documentação falsa que lhes permitisse viajar para o Reino Unido.