Correio do Povo | Notícias | Iraque fica sem Parlamento pela primeira vez desde fim da ditadura

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

  • 30/06/2018
  • 17:48
  • Atualização: 18:19

Iraque fica sem Parlamento pela primeira vez desde fim da ditadura

Medida foi necessária porque os resultados definitivos das últimas eleições ainda não foram validados

Eleições parlamentares ocorreram no dia 12 de maio no país | Foto: Sabah Arar / AFP / CP

Eleições parlamentares ocorreram no dia 12 de maio no país | Foto: Sabah Arar / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Pela primeira vez desde a instauração de um sistema parlamentar, após a queda da ditadura de Saddam Hussein em 2003, o Iraque está, a partir deste sábado sem Câmara dos Deputados, já que os resultados definitivos das últimas eleições ainda não foram validados. O vice-presidente do Parlamento, Aram Sheikh Mohammed, anunciou diante de 127 do total de 328 deputados da Casa "o fim do terceiro mandato parlamentar".

Desde dezembro de 2005, seguiram-se três legislaturas de quatro anos cada uma. A comissão eleitoral que foi eleita para contar manualmente os votos das eleições de 12 de maio nos distritos eleitorais, onde houve irregularidades, anunciou hoje que começará seu trabalho em três províncias curdas (Erbil, Sulaimaniyah e Dohuk), assim como em Kirkuk, Nínive, Salahedin e Anbar. A comissão é formada por nove juízes, nomeados pelo Conselho Superior da Magistratura, após a destituição do órgão eleitoral anterior por parte do Parlamento.


TAGS » Iraque, Mundo, Parlamento