Correio do Povo | Notícias | Bombeiros controlam incêndio no sul de Portugal

Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 10/08/2018
  • 08:33
  • Atualização: 08:43

Bombeiros controlam incêndio no sul de Portugal

Apesar disso, risco de novos focos de fogo é elevado, devido às condições meteorológicas

Bombeiros permanecem em alerta máximo | Foto: Carlos Costa / AFP / CP

Bombeiros permanecem em alerta máximo | Foto: Carlos Costa / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Os bombeiros portugueses conseguiram controlar o incêndio que afetava há uma semana a região turística do Algarve, no sul do país. Apesar disso, a Proteção Civil informou que as equipes permanecem em alerta máximo. "Podemos dizer que este incêndio está controlado, mas os bombeiros continuam mobilizados", afirmou Patrícia Gaspar, porta-voz da Autoridade Nacional da Proteção Civil. "Temos que permanecer atentos para poder reagir ao retorno das chamas, que devem acontecer pontualmente", explicou. "O risco de incêndio ainda é elevado pelas condições meteorológicas desfavoráveis, com um aumento da temperatura e a baixa umidade do ar previstas para as próximas horas", completou.

• Número de mortos em incêndios na Califórnia sobe para 10

Nesta sexta-feira, mais de 1,3 mil profissionais, com o apoio de quatro aeronaves, seguiam mobilizados na região. As autoridades portuguesas anunciaram na quinta-feira à noite que a situação estava "globalmente estabilizada". Isto permitiu o retorno progressivo dos moradores a suas residências. Desde o início do incêndio na sexta-feira passada nos arredores do município de Monchique, 164 quilômetros ao sul de Lisboa, capital portuguesa, as chamas deixaram 41 feridos, um deles em estado grave, incluindo 22 bombeiros. O incêndio de Monchique, uma região com pinheiros e eucaliptos, altamente inflamáveis, destruiu quase 27.000 hectares, de acordo com o Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS).