Correio do Povo | Notícias | Trump anuncia um "acordo muito bom" com o México

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

  • 27/08/2018
  • 14:20
  • Atualização: 14:22

Trump anuncia um "acordo muito bom" com o México

Canadá não participou nesta fase das negociações

Trump anuncia um

Trump anuncia um "acordo muito bom" com o México | Foto: Mandel Ngan / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP e AF

O presidente Donald Trump afirmou nesta segunda-feira que os Estados Unidos e o México alcançaram um acordo comercial muito bom depois de uma revisão do Tratado Norte-americano de Livre Comércio (Nafta). "É um grande dia para o comércio", afirmou Trump. "Realmente é um acordo muito bom para nossos dois países", acrescentou.

O Canadá, que também faz parte deste acordo vigente desde 1994, não participou nesta fase das negociações e optou por unir-se a elas assim que os Estados Unidos e o México acertarem suas diferenças. A esse respeito, Trump também disse que Estados Unidos poderão chegar a um acordo comercial em separado com o Canadá.

O acordo bilateral será submetido ao Congresso americano na sexta-feira. "Foi uma negociação difícil e complicada, mas um bom trabalho foi feito", disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

O acordo revisa as regras para a construção de carros em todo o continente, com o objetivo de garantir que uma maior porção dos veículos seja fabricada na região, e mais aço produzido localmente seja usado. O acordo também tem novas disposições destinadas a aumentar os salários e oferecer novos direitos aos sindicatos mexicanos. As medidas são destinadas a queixas dos críticos americanos ao Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês), que argumentam que os trabalhadores americanos foram prejudicados pela mão de obra mais barata do outro lado da fronteira.

Os EUA também afirmaram que o acordo reforçará os requisitos para produtos químicos, produtos derivados de aço e outros materiais industriais, além de promover medidas para fortalecer as regras que governam as cadeias de suprimento nas indústrias têxtil e de confecções.