Correio do Povo | Notícias | Dentista tem exercício profissional cassado após ser condenado por estupro vulnerável

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Julho de 2018

  • 13/04/2018
  • 18:01
  • Atualização: 18:37

Dentista tem exercício profissional cassado após ser condenado por estupro vulnerável

Cirurgião trabalhava em consultório em Canoas e teria abusado de três meninas

  • Comentários
  • Jessica Hübler

Um cirurgião-dentista acusado de abusar sexualmente de menores de idade teve o exercício profissional cassado por unanimidade no Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul (CRO/RS). O resultado do julgamento ético, que prevê a cassação e pena pecuniária no valor de 20 anuidades, foi apresentado pelo CRO/RS e segue agora para o Conselho Federal de Odontologia, onde será julgado em caráter definitivo.

Conforme o CRO/RS, o acusado foi condenado em primeiro e segundo grau de jurisdição pelo crime na justiça comum de uma das acusações. O cirurgião-dentista, que trabalhava em um consultório localizado em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi condenado por estupro de vulnerável, no total de três meninas. O advogado do acusado foi procurado, mas não retornou.

Ao longo dos 50 anos do CRO/RS, há registro de um baixo número de processos éticos instaurados e três casos de cassação do exercício profissional.