Correio do Povo | Notícias | Bicicletas de aluguel registram mais de um furto por dia em Porto Alegre

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

  • 27/09/2016
  • 19:16
  • Atualização: 19:31

Bicicletas de aluguel registram mais de um furto por dia em Porto Alegre

Pelo menos 31 bikes foram levadas e estações sofreram vandalismo no último mês

Pelo menos 31 bikes foram levadas e estações sofreram vandalismo no último mês | Foto: Talles Campos / PMPA / Divulgação CP

Pelo menos 31 bikes foram levadas e estações sofreram vandalismo no último mês | Foto: Talles Campos / PMPA / Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O serviço de aluguel de bicicletas de Porto Alegre tem sido alvo de uma onda de atos criminosos. Nos últimos 30 dias, mais de um equipamento foi furtado por dia, num total de 31 bicicletas do BikePoa. Atos de vandalismo nas estações também são frequentes.

Conforme nota da EPTC, a empresa responsável já substituiu 900 bicicletas desde o início do funcionamento, em 2012. Destas, 500 foram repostas após serem roubadas, outras por quebras e fim da vida útil de peças.

Nas estações, que também já registraram depredações, espelhinhos, freios, pedais e pneus são danificados de tempos em tempos. “Esta realidade faz com que novas estratégias e ações sejam tomadas a cada momento, para proteger o bom funcionamento do sistema, que é um sucesso na cidade”, afirma a engenheira Alessandra Both, Gerente de Projetos e Estudos da Mobilidade EPTC.

Por conta disso, 12 estações receberam autorização para serem remanejadas, saindo de pontos que registraram número elevado de crimes. As novas áreas de aluguel foram estudas para permanecerem iluminadas e terem circulação mais frequente de pessoas. Até então, os pontos mais expostos aos vândalos eram as estações localizadas nas imediações do BarraShopping, na rua da República e no Largo Zumbi dos Palmares.

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, afirma que o BikePoa é uma marca positiva da cidade: “Foi uma grande conquista, que merece ser preservada e ampliada", definiu. "A população precisa colaborar, preservando os equipamentos e denunciando os atos de vandalismos. Imagens destes atos de vandalismo e dos furtos das bikes já foram entregues à polícia para averiguações e identificação dos responsáveis."

O sistema de bicicletas compartilhadas foi instalado na Capital em setembro de 2012. São 832 mil viagens já realizadas e 180 mil pessoas cadastradas.