Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

  • 06/02/2018
  • 13:54
  • Atualização: 16:02

Mulher feita refém durante ataque a carro-forte é liberada na Serra gaúcha

Ao menos três criminosos foram presos

Polícia faz cerco em local onde criminosos se esconderam com refém | Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP]

Polícia faz cerco em local onde criminosos se esconderam com refém | Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP]

  • Comentários
  • Correio do Povo

Por volta das 13h50min desta terça-feira, a mulher feita refém por criminosos que atacaram um carro-forte na BR 470, em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, foi liberada. Ela estava detida em um restaurante no município de  Monte Belo do Sul. Em um primeiro momento, a informação da polícia é de que outras pessoas também estavam sob domínio dos assaltantes.

Ao menos três criminosos foram presos durante perseguição. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Brigada Militar e Polícia Civil seguem as buscas pelos demais assaltantes. Há, inclusive, um helicóptero para auxiliar na ação. Ainda não há informações de quantos criminosos estariam envolvidos no ataque.

Durante a ação, houve troca de tiros entre polícia e criminosos. Os assaltantes então abandonaram os dois veículos que eram usados para fuga. Nos carros estavam uma metralhadora de uso restrito do Exército, dinamite e o dinheiro que teria sido roubado.

A explosão ao carro-forte aconteceu por volta das 9h30min, na BR 470, próximo à ponte do Rio das Antas. Eles teriam rendido o motorista do carro-forte e outros condutores de veículos de passeio para bloquear a rodovia antes do ataque.

A BR 470, no km 198, ainda está inteditada. O Instituto-Geral de Perícias está se indo ao local, para, após os levantamentos, remover veículos que obstruem a rodovia.