Correio do Povo | Notícias | Justiça condena a 44 anos de prisão homem que matou estudante durante assalto

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

  • 29/03/2018
  • 09:10
  • Atualização: 09:11

Justiça condena a 44 anos de prisão homem que matou estudante durante assalto

Mesmo os jovens não reagindo a abordagem, acusado atirou contra eles: um morreu e outro ficou ferido

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Justiça do Rio Grande do Sul condenou, na quarta-feira, Diego Peres Charão a 44 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por ter matado o estudante Gabriel Leiria Trombeta, 17 anos, após assalto em junho de 2015, em Alvorada, na Região Metropolitana.

Após roubar o celular de Gabriel, Charão teria atirado contra ele e o amigo Henrique Fredani dos Santos de Oliveira, 15, que foi atingido por dois tiros. Henrique foi socorrido ao Hospital de Pronto Socorro e, até hoje, possui sequelas que o impossibilitam de realizar atividades físicas.

De acordo com a investigação, os amigos estavam saindo de uma padaria no bairro Água Viva, em Alvorada, quando foram abordados por Charão. Mesmo não reagindo ao assalto e terem entregado o celular, as vítimas foram atingidas por tiros.

O pai de Gabriel ouviu os disparos e foi para o pátio da casa, avistando o filho caído no chão. Ao correr até o local ainda cruzou com o criminoso, que guardava a arma de fogo. Quando chegou, Gabriel já estava morto. O homem socorreu então Henrique, levando-o para o hospital.