Correio do Povo | Notícias | Prefeito de Planalto nega acusações de envolvimento em caso de pedofilia

Porto Alegre

11ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

  • 15/05/2018
  • 17:08
  • Atualização: 17:26

Prefeito de Planalto nega acusações de envolvimento em caso de pedofilia

Político teria oferecido R$ 1 mil para que menina de 13 anos tivesse relações sexuais com ele

  • Comentários
  • Agostinho Piovesan

O prefeito de Planalto, no Norte do Estado, afirmou que é inocente e negou as acusações de que estaria envolvido em um caso de estupro vulnerável. O político é alvo de uma operação contra pedofilia desencadeada nesta terça-feira Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS). Ele é investigado por oferecer R$ 1 mil a uma menina, de 13 anos, para que tivesse relações sexuais.

O chefe do Executivo municipal disse que a denúncia foi feita em cima de uma afirmação falsa da jovem e não sabe o motivo pelo qual houve a denúncia por parte da menina. 

Quanto à acusação de ter mostrado outros vídeos eróticos à jovem, o prefeito afirmou ser mentira e que “não possui esse tipo de conteúdo”. Ele admitiu que solicitou aos pais da jovem para que a denúncia fosse retirada, mas que essa conversa não passou de um pedido. Sobre ele ter tocado na jovem, reiterou que não encostou na adolescente. “Isso é uma mentira, eu nunca toquei nela”, afirmou.