Correio do Povo | Notícias | Policial civil fica ferido após ser baleado por criminoso durante operação em Viamão

Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

  • 28/08/2018
  • 10:10
  • Atualização: 10:28

Policial civil fica ferido após ser baleado por criminoso durante operação em Viamão

Atirador foi preso em flagrante

Policiais cumpriam mandado de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas e Viamão | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

Policiais cumpriam mandado de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas e Viamão | Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Um policial civil ficou ferido ao ser baleado durante a operação Order desencadeada nesta terça-feira em Viamão, na região Metropolitana. O agente foi atingido de raspão no olho e está internado no Hospital São Lucas da PUC-RS, em Porto Alegre. As consequências do ferimento ainda estão sendo avaliadas pela equipe médica. O nome do policial não foi divulgado, mas é um escrivão, de 39 anos, da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Viamão. Em nota, a Polícia Civil informou que o agente passa bem.

O autor do disparo - que estava na residência, alvo de mandado judicial - foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. O revólver calibre 38 utilizado durante o ataque contra o policial foi apreendida.

A operação Order, que teve como objetivo a repressão contra os crimes patrimoniais, ocorreu no bairro Rubem Berta, em Porto Alegre, no bairro Niterói, em Canoas, e no bairro Vila Augusta, em Viamão. Houve o cumprimento de 11 ordens judiciais entre mandados de busca e de prisão. Três pessoas foram presas, incluindo o criminoso que atirou no policial civil.

Segundo a delegada Miriam Luciana Elias Thomé, da 2º Delegacia de Polícia de Canoas, as investigações começaram nos primeiros meses deste ano a partir de roubos a pedestres ocorridos no bairro Niterói, em Canoas. “Diante dos fatos, foi realizada representação para cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária”, detalhou.