Correio do Povo | Notícias | Líderes de facções presos em Mossoró retornam ao RS

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

  • 28/08/2018
  • 16:05
  • Atualização: 16:23

Líderes de facções presos em Mossoró retornam ao RS

Penas somadas dos transferidos chegam a 162 anos de prisão

  • Comentários
  • Correio do Povo

Três líderes de facções criminosas que estavam no Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, retornaram ao Rio Grande do Sul nesta terça-feira. Eles foram levados para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). A ação foi realizada no Aeroporto Salgado Filho.

Os presos foram transferidos ao Rio Grande do Norte na Operação Pulso Firme, em julho de 2017. Somadas, as penas dos três chegam a 162 anos. Em sua conta no Twitter, o secretário de segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, lamentou a decisão judicial que determinou a volta dos presos ao Estado.

"Infelizmente, apesar dos nossos esforços, três presos de alta periculosidade, líderes de organizações criminosas, estão retornando hoje do presídio federal de Mossoró para o RS. Por outro lado, outros três presos, igualmente perigosos, estão indo para presídios federais. Essas idas e vindas revelam as dificuldades que nos são impostas. Uma hora a Justiça contempla os nossos pleitos, outra não. Ao Estado, cabe acatar as decisões judiciais, recorrendo daquelas que julga equivocadas – e, muitas vezes, incoerentes", escreveu.