Correio do Povo | Notícias | BOE faz 54 anos e recebe fuzis de última geração

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

  • 11/09/2018
  • 12:27
  • Atualização: 12:35

BOE faz 54 anos e recebe fuzis de última geração

Secretário de segurança comemorou parceria com a sociedade e a redução de indicadores

Armas são mais uma doação do Instituto Cultural Floresta | Foto: Everton Ubal / BM / Divulgação / CP

Armas são mais uma doação do Instituto Cultural Floresta | Foto: Everton Ubal / BM / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O 1º Batalhão de Operações Especiais (1º BOE) da Brigada Militar comemorou 54 anos na manhã desta terça-feira com o recebimento de 40 fuzis de assalto e cinco fuzis de precisão doados pelo Instituto Cultural Floresta (ICF). A solenidade ocorreu na sede da unidade de elite da BM em Porto Alegre. O armamento de calibre 7,62 mm é de fabricação norte-americana e de última geração. Presente na cerimônia, o secretário estadual da Segurança Pública, Cezar Schirmer, destacou “a parceria com a sociedade para viabilização de recursos e equipamentos” na área.

“Os resultados estão aí com a redução sucessiva de todos os indicadores”, ressaltou. Já o comandante-geral da BM, coronel Mário Ikeda, enfatizou que a partir de agora “o 1ºBOE está melhor armado e melhor equipado para fazer frente à criminalidade”.

O presidente do ICF, Leonardo Fração, considerou a entrega dos 45 fuzis como “uma das mais importantes doações por que começa a equipar os policiais à força dos criminosos”. O empresário confirmou ainda que 1,2 mil pistolas calibre 40 devem chegar “em dois ou três meses” à BM. O mesmo modelo já havia sido entregue à Polícia Civil.

O comandante do 1ºBOE, tenente-coronel Claudio dos Santos Feoli, disse que os fuzis têm “mais leveza, precisão, conforto ao operador e capacidade de resposta muito maior”. Conforme o oficial, o armamento recebido “é específico para determinadas operações nas quais o batalhão se envolve”.

No caso dos cinco fuzis de precisão, dotados de lunetas, foram destinados exclusivamente aos atiradores de elite do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), conhecidos como snipers. O alcance do tiro preciso é de cerca de 700 metros.