Correio do Povo | Notícias | Polícia identifica adolescentes responsáveis por atirar em motorista de aplicativo em Gravataí

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 19 de Janeiro de 2019

  • 11/01/2019
  • 10:39
  • Atualização: 11:01

Polícia identifica adolescentes responsáveis por atirar em motorista de aplicativo em Gravataí

Uma adolescente de 15 anos foi presa e seu namorado, de 16, está foragido

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Polícia Civil confirmou a identificação de dois adolescentes como os autores dos disparos que feriram um motorista de aplicativo na madrugada da quinta-feira em Gravataí. Uma adolescente de 15 anos foi detida ainda na tarde dessa quinta. O cúmplice dela, que tem 16 anos, apontado como o responsável pelos tiros, está foragido. A ação foi conduzida pela 1ª DP de Gravataí. Cinco celulares, incluindo o aparelho telefônico da vítima, foram apreendidos. Outro menor de idade, que havia solicitado a corrida através do aplicativo, também foi identificado e terá apurada a participação no crime.

• Corpo de motorista de aplicativo desaparecido é encontrado em SC

• Motorista de aplicativo é velado em Guaíba

Houve apoio da 2ª DP de Gravataí e da DP de Esteio para realizar a prisão da jovem. O delegado Alencar Carraro, responsável pela investigação, revelou que outros possíveis ataques contra condutores de aplicativos na região serão agora investigados. No assalto, o motorista de aplicativo foi atingido por três tiros, mas sobreviveu. Ele não reagiu ao assalto. O ataque ocorreu na ERS 118.

Viamão


Já em Viamão, a Polícia Civil entra no segundo dia de trabalho investigativo para esclarecer o caso do assassinato do motorista de aplicativo Antônio Everton Pereira dos Santos, 21 anos, ocorrido na manhã de quinta-feira. O crime é tratado como latrocínio. O corpo da vítima, baleada na cabeça, foi localizado por volta do meio-dia dentro do Chevrolet Cobalt, de cor branca, na rua Ramiro Cardoso de Fraga, na Vila Augusta. Três indivíduos, sendo dois homens e uma mulher, foram vistos abandonado o veículo que havia colidido contra uma árvore.

Reunião

Na tarde de quinta-feira, atendendo solicitação da Associação Liga dos Motoristas de Aplicativos (Alma), presidida por Joel Moraes, o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal e da Segurança Pública do Ministério Público do Estado, Luciano Vaccaro, reuniu-se com integrantes da entidade. A diretora do Departamento de Polícia Metropolitana, delegada Adriana Regina da Costa, também participou do encontro que discutiu os problemas de segurança enfrentados pelos motoristas de aplicativos, sobretudo da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Uma nova reunião será realizada nas próximas semanas quando serão convidados os representantes das empresas responsáveis pela gestão de aplicativos. A Brigada Militar e a Prefeitura de Porto Alegre também devem participar.