Correio do Povo | Notícias | Grupo faz protesto em frente a escritório de Ana Amélia em Porto Alegre

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Setembro de 2018

  • 06/05/2016
  • 12:43
  • Atualização: 13:00

Grupo faz protesto em frente a escritório de Ana Amélia em Porto Alegre

Ato, chamado de escracho, chamou senadora de golpista

Grupo faz protesto em frente a escritório de Ana Amélia em Porto Alegre | Foto: Caio Piccarelli / Divulgação / CP

Grupo faz protesto em frente a escritório de Ana Amélia em Porto Alegre | Foto: Caio Piccarelli / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Integrantes do Levante Popular da Juventude e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realizaram um protesto em frente ao escritório político da senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) na manhã desta sexta-feira m Porto Alegre. O ato, chamado de “escracho” pelos realizadores, ocorreu na rua General Câmara, onde foi escrita no chão a frase “Ana Amélia golpista”, em referência ao apoio da senadora ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Ana Amélia integra a Comissão Especial de Impeachment do Senado que vota, hoje, o relatório favorável ao impeachment. Segundo relatos, cerca de 30 pessoas participaram da atividade. No texto enviado à imprensa, o grupo destaca que “Ana Amélia é a cara de um processo que representa um golpe na democracia brasileira: o afastamento de uma Presidente que não cometeu nenhum crime de responsabilidade fiscal e não carrega nenhuma denúncia de corrupção”.

O Levante tem realizado atos semelhantes em frente a residências e locais de trabalho de outros parlamentares que apoiam o impeachment. Eduardo Cunha (PMDB), Michel Temer (PMDB) e Jair Bolsonaro (PSC) já foram alvos do grupo. O movimento ainda reivindica a “chuva de dólares” falsos lançados sobre deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ) em novembro do ano passado, durante uma coletiva de imprensa, após virem à tona as informações de que o deputado possuía contas na Suíça.