Correio do Povo | Notícias | Câmara dos Deputados realiza homenagem à vereadora Marielle Franco

Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 16 de Dezembro de 2018

  • 15/03/2018
  • 14:31
  • Atualização: 19:01

Câmara dos Deputados realiza homenagem à vereadora Marielle Franco

Parlamentares de diversos partidos fizeram sessão solene em luto

Crime ocorreu na noite dessa quarta-feira | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados / CP

Crime ocorreu na noite dessa quarta-feira | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

Com girassóis em punho e uma faixa preta em sinal de luto, parlamentares de diversos partidos homenagearam, em sessão solene da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira, a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista dela Anderson Gomes, assassinados na noite anterior no centro do Rio de Janeiro. Conduzida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a sessão foi iniciada com um pronunciamento da deputada Luiza Erundina (PSOL-SP), prestando solidariedade às famílias.

Ela disse estar indignada "face a mais um crime hediondo contra uma mulher negra, do povo, uma ativista dos direitos humanos". "Cada uma de nós, sobretudo nós mulheres, nos sentimos morrendo um pouco, na última quarta-feira. Não vão conseguir calar a voz da Marielle, que vai ser reproduzida por milhões. Estamos muito magoados, não vamos desistir da luta, não vamos permitir que essa luta pelos direitos humanos e pela democracia seja calada".

Emocionada, Erundina também pediu que um vídeo onde Marielle fala da sua trajetória fosse exibido. Nele, a vereadora destaca sua luta, iniciada no ano 2000, na Favela da Maré, no Rio de Janeiro, por mais cultura e educação, e em defesa dos negros e pobres. O deputado Júlio Delgado (PSB-MG), se referiu ao crime como una execução, e pediu empenho para que os culpados sejam presos. "Não vamos esquecer. As ideias são à prova de bala", disse o deputado Jean Willys (PSOL-RJ). O deputado pediu ao presidente da Casa a criação de uma comissão externa para acompanhar a investigação do assassinato. Ao final da sessão Rodrigo Maia anunciou que vai criar a comissão externa para acompanhar a investigação do crime.