Correio do Povo | Notícias | Palácio Piratini ganha presente de 97 anos

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 16 de Outubro de 2018

  • 17/05/2018
  • 12:06
  • Atualização: 14:53

Palácio Piratini ganha presente de 97 anos

Climatização de segundo andar permitirá preservação de obras de Aldo Locatelli

Palácio Piratini ganha presente de 97 anos | Foto: Karine Viana / Palácio Piratini / CP

Palácio Piratini ganha presente de 97 anos | Foto: Karine Viana / Palácio Piratini / CP

  • Comentários
  • Mauren Xavier

Ao completar 97 anos de fundação, o imponente e histórico Palácio Piratini, localizado na Praça da Matriz, no Centro de Porto Alegre, ganhou um importante presente: a climatização do segundo andar do prédio governamental. Além de deixar o ambiente mais agradável, especialmente nos dias de calor, a climatização permitirá a preservação dos 23 murais do artista Aldo Locatelli, que figuram nas paredes e teto do andar.

Ao todo, as obras duraram cerca de cinco meses ao custo de R$ 2 milhões. Os recursos foram captados junto ao Banrisul, pelo Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, por meio do Ministério da Cultura (Lei Rouanet – Lei de Incentivo à Cultura). 

Em evento que contou com "parabéns" pelo coral do Banrisul, na manhã desta quinta-feira, o governador José Ivo Sartori anunciou ainda a formação de um grupo de trabalho para atuar na programação do centenário do Piratini, no ano de 2021. Em tom de brincadeira disse ainda que essa era “uma grande venda que não será contestada por ninguém”, em relação ao fato de a obra ter sido custeada pelo Banrisul, que teve ações sendo comercializadas. 

Projetos 

Além disso, foi confirmada a aprovação de outros dois projetos no Piratini pelo Ministério da Cultura. O primeiro envolve a recuperação do mobiliário, que deve começar ainda neste semestre, ao custo de R$ 400 mil, e outro, no valor de cerca de R$ 250 mil, para oficinas permanentes de preservação.

Segundo o presidente do Instituto, Miguel Espírito Santo, com os projetos a intenção é garantir a manutenção contínua do prédio. Para o secretário estadual da Cultura, Victor Hugo, o momento deve ser enaltecido, uma vez que o Piratini reúne “passo e presente”. “É uma mensagem de que os governos podem fazer política de Estado”, afirmou. 

Piratini 

O Palácio Piratini, que teve o lançamento de duas pedras fundamentais, uma em 1896 e outra em 1909, sendo essa segunda com projeto do arquiteto francês Maurice Gras. Oficialmente o prédio foi considerado pronto na década de 70, mas começou a ser ocupado em 1921.

Em 1986, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e, em 2000, passou a ter proteção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Além do prédio governamental, onde são realizadas as principais solenidades públicas, o Piratini é formado ainda pela ala residencial e os jardins. Com a conclusão das obras, na entrada do Piratini é possível ver painéis com imagens de algumas obras da recuperação. Além disso, o local está aberto à visitação, a partir desta sexta-feira, das 9h às 17h.