Correio do Povo | Notícias | Portugal e Brasil assinam acordo de cooperação bilateral

Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 27/06/2018
  • 15:46
  • Atualização: 15:55

Portugal e Brasil assinam acordo de cooperação bilateral

Objetivo é ampliar potencial competitivo da economia dos países

Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços assinou documento em Lisboa | Foto: José Cruz / Agência Brasil / CP

Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços assinou documento em Lisboa | Foto: José Cruz / Agência Brasil / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

Brasil e Portugal assinaram nesta quarta-feira, em Lisboa, um acordo para incrementar a cooperação em inovação entre os dois países. Com o objetivo de fortalecer o desenvolvimento econômico e social de ambos os países, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge, e o ministro da Economia de Portugal, Manuel Caldeira Cabral, assinaram o documento.

O ministro brasileiro, Marcos Jorge, conversou com a Agência Brasil e disse que a relação de intercâmbio entre Portugal e Brasil já propiciou trocas de conhecimento, principalmente por meio das experiências portuguesas com startups e a chamada indústria 4.0 e que o acordo vai contribuir com o aprofundamento dessas trocas.

O acordo, que também foi firmado por representantes da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da Secretaria da Indústria de Portugal, tem como finalidade elevar e diversificar o perfil dos investimentos nos dois países; proporcionar a criação de empregos; fortalecer a colaboração em iniciativas no setor da indústria 4.0; apoiar os contatos de negócios e a troca de informações entre funcionários e especialistas.

Agenda da indústria 4.0

A implementação de uma agenda da indústria 4.0, termo usado para designar a utilização da tecnologia digital no incremento à eficiência da cadeia produtiva e no estabelecimento de novos negócios, também está prevista no acordo. A ideia é ampliar a competitividade dos países e contribuir para a internacionalização de empresas e startups, proporcionando oportunidades e benefícios mútuos.

"Vamos, por exemplo, lançar um edital binacional do Programa Conexão Startup Indústria, atendendo tanto empresas brasileiras quanto portuguesas. O objetivo é adensarmos a nossa interação para inovação, em um momento em que nós vivemos um aumento de trocas comerciais entre o Brasil e Portugal".

Marcos Jorge disse que os dois países têm trabalhado na agenda bilateral para aumentar e facilitar o comércio exterior. "Temos aumentado as trocas, nos primeiros cinco meses deste ano, por exemplo, em mais de 50% do que foi nos primeiros cinco meses do ano passado".

Mercosul

Apesar de o acordo entre Mercosul e União Europeia não ter sido ainda finalizado, Marcos Jorge disse que tanto Brasil quanto Portugal reafirmaram o desejo de concretizar a parceria.

"Obviamente, muita coisa depende do bloco europeu. Portugal reforçou a sua posição de manifestar-se dentro do bloco europeu, muito favoravelmente à conclusão do acordo entre o Mercosul e a União Europeia - posição que nós também convergimos e que estamos mostrando toda disposição, não apenas do Brasil mas também do Mercosul, para ter acordo entre os blocos".

Agenda

Na próxima quinta-feira, o ministro comparecerá à premiação da Personalidade do Ano da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira, na capital portuguesa. A entidade, que celebra 70 anos, dedica-se ao apoio ao desenvolvimento econômico e comercial entre Brasil e Portugal. No evento, serão homenageados cidadãos e empresários que se destacaram no ano passado por sua contribuição para a valorização das relações socioeconômicas entre os dois países. Marcos Jorge participará, ainda, do painel sobre a 4ª Revolução Industrial, dentro da programação do Rock in Rio Innovation Week, voltado a discutir temas de interesse para empreendedores.