Correio do Povo | Notícias | MP-RS pede arquivamento de investigação contra ex-vereador Mário Manfro

Porto Alegre

25ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de Novembro de 2018

  • 17/08/2018
  • 19:43
  • Atualização: 19:46

MP-RS pede arquivamento de investigação contra ex-vereador Mário Manfro

Promotoria concluiu que briga política interna do PSDB gerou denúncias sem comprovação

Promotoria concluiu que briga política interna do PSDB gerou denúncias sem comprovação | Foto: MP-RS / Divulgação CP

Promotoria concluiu que briga política interna do PSDB gerou denúncias sem comprovação | Foto: MP-RS / Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Ministério Público do Rio Grande do Sul pediu o arquivamento de investigação contra o ex-vereador Mário Manfro, originária da Operação Caixinha, no ano de 2016. A promotoria não encontrou provas da denúncia, feita por um ex-funcionário de gabinete, de que haveria cobrança de "caixinha" por parte do parlamentar em troca de cargos.

Conforme o MP-RS, "houve em verdade uma briga política" entre políticos filiados ao PSDB, postulantes à vereança e Manfro. "Essa disputa política chegou a oficializar-se no interior do PSDB, conforme fartamente demonstrado nos autos", acrescentou o promotor José Guilherme Giacomuzzi.

Na época, o então vereador publicou nota de "surpresa e indignação" e garantiu não ter praticado ato ilícito. Ele tinha deixado o PSDB antes de se filiar ao PTB, no começo de 2016.

Ainda conforme o pedido do MP-RS, "o certo é que não há provas de qualquer crime praticado por qualquer dos investigados". Além de Manfro, foram alvo do MP-RS, Ricardo Terzaghi Otero, Cristiano Junior Ataides, Lutiero de Almeida Pereira, Giovani Lopes, José Marcos Muller del Fabro e Marcos Paulo Flach. Conforme a promotoria, não há indícios de envolvimento com atividade ilícita de nenhum deles.