Correio do Povo | Notícias | Polícia prende integrantes de quadrilha especialista em ataques com explosivos

Porto Alegre

25ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

  • 24/11/2017
  • 12:58
  • Atualização: 13:03

Polícia prende integrantes de quadrilha especialista em ataques com explosivos

Criminosos trocaram tiros com policiais militares antes de serem capturados

Criminosos trocam tiros com policiais militares | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

Criminosos trocam tiros com policiais militares | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Uma quadrilha de Passo Fundo, responsável por atacar com explosivos agências bancárias em um curto espaço de tempo, agiu novamente na madrugada desta sexta-feira em Ipiranga do Sul e Carazinho. No entanto, dois criminosos acabaram sendo presos depois em uma operação conjunta da Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal.

Em Porto Alegre, o Departamento Estadual de Investigações Criminais confirmou que a quadrilha atacou o Banco do Brasil e Banrisul em Santa Bárbara do Sul no dia 13; o Banco do Brasil de Colorado no dia 22; o Sicredi de Coxilha no dia 23; e agora Ipiranga do Sul. Os criminosos falharam em todos ataques, mesmo empregado explosivos.

A ação em Ipiranga do Sul

Primeiro, o grupo tentou arrombar caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil, na avenida Comércio, na área central da cidade. Como não obtiveram sucesso, foram para Carazinho, onde invadiram um posto de combustíveis na BR 386, no Distrito Industrial, rendendo funcionários e clientes. Além do dinheiro do caixa, o cofre do estabelecimento foi retirado e colocado em um Corsa, de cor preta, usado pela quadrilha. Um dos frentistas conseguiu escapar e correu para um barranco, sendo alvo de vários disparos que não o atingiram. Ele acionou então a Brigada Militar. 

Os policiais militares chegaram no posto de combustíveis e trocaram tiros com os criminosos. Na confusão, uma das acabou ferida com um tiro na perna. Um outro refém também teve ferimentos ao lesionar mão quando carregava o cofre para os ladrões até o Corsa. A quadrilha fugiu em seguida.

Nesta manhã, soldados realizavam buscas na região e localizaram dois integrantes do grupo escondidos em um matagal, na BR 285. Um dos presos é um foragido, considerado de alta periculosidade. O cúmplice era o motorista do veículo e efetuou o resgate do comparsa no mato. Imagens de câmeras de monitoramento do posto de combustíveis estão sendo examinadas pela Polícia Civil de Carazinho.