Correio do Povo | Notícias | Líder de ataque a carro-forte é comparsa de um dos maiores assaltantes de banco do RS

Porto Alegre

12ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 24 de Junho de 2018

  • 12/01/2018
  • 12:38
  • Atualização: 13:00

Líder de ataque a carro-forte é comparsa de um dos maiores assaltantes de banco do RS

Homem responsável por roubar blindado em Porto Alegre está foragido do regime semiaberto

Líder de ataque a carro-forte é comparsa de um dos maiores assaltantes de banco do RS  | Foto: Guilherme Almeida

Líder de ataque a carro-forte é comparsa de um dos maiores assaltantes de banco do RS | Foto: Guilherme Almeida

  • Comentários
  • Correio do Povo

O provável líder da quadrilha que atacou um carro-forte na tarde dessa quinta-feira no bairro Anchieta, em Porto Alegre, é parceiro de um dos maiores assaltantes de banco, vulgo Cafuringa, que está recolhido na Penitenciária Estadual do Jacuí. A informação é do delegado João Paulo de Abreu, um dos titulares da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil. O suspeito do ataque ao blindado da empresa de transporte de valores STV segue foragido do regime semiaberto desde o dia 6 de julho do ano passado.

Os dois criminosos atuaram juntos inclusive em Santa Catarina. Em 2012, a quadrilha deles foi responsável pelo roubo de mais de R$ 1,5 milhão em ataques contra agências do Banco do Brasil nas cidades catarinenses de Forquilhinha, Sombrio e Içara. A dupla foi inclusive condenada por isso pela Justiça de Santa Catarina. Cafuringa foi capturado em Cachoeirinha no mesmo ano pelos agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Já em novembro de 2013, na Capital, o homem que liderou o ataque de ontem foi preso com um cúmplice sob acusação de roubar pelo menos seis agências bancárias em Porto Alegre e Região Metropolitana. 

O delegado João Paulo de Abreu, da Delegacia de Roubos do Deic, confirmou que o suspeito do ataque ao carro-forte da STV liderou o assalto ao Banrisul na esquina das avenidas França e Farrapos, ocorrido na manhã do dia 3 de novembro do ano passado, Na ocasião, seis indivíduos fortemente armados renderam vigilantes, fucionários e clientes antes de se apossarem do dinheiro do cofre e dos caixas eletrônicos. Na fuga, o grupo embarcou em dois veículos. Dez dias depois, a quadrilha também roubou o malote bancário de uma lotérica em um shopping na avenida Ipiranga.