Correio do Povo | Notícias | Vítimas farão reconhecimento de suspeitos de terem baleado policial militar durante assalto

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 14 de Agosto de 2018

  • 13/06/2018
  • 11:15
  • Atualização: 11:16

Vítimas farão reconhecimento de suspeitos de terem baleado policial militar durante assalto

Dupla foi presa pela Brigada Militar na noite de terça-feira

Armamento apreendido com os suspeitos durante prisão | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

Armamento apreendido com os suspeitos durante prisão | Foto: Brigada Militar / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A força-tarefa contra Roubos ao Transporte Coletivo da Polícia Civil pretende realizar ainda hoje o trabalho de reconhecimento oficial dos dois suspeitos de balearem e ferirem o soldado Jean Cássio de Vargas, 28 anos, da Rondas Ostensivas com Apoio de Motos (Rocam) do 9º BPM. A informação é do delegado Daniel Mendelski. As vítimas que estavam no ônibus, onde encontrava-se também o brigadiano, serão chamadas. A dupla, que teve a prisão temporária decretada, foi presa pela Brigada Militar na noite desta terça-feira na rua Paulino Azurenha, na vila Maria da Conceição, em Porto Alegre.

O efetivo do 1º Batalhão de Operações Especiais havia deslocado até a região após o recebimento de informações sobre o paradeiro da dupla que possui antecedentes criminais. Ao chegarem na área, os policiais militares avistarem um grupo de indivíduos em um beco, ocorrendo então correria e perseguição até serem abordados. Entre os mesmos estavam os dois suspeitos que foram então detidos pelo 1º BOE com uma pistola calibre 9 milímetros com dois carregadores e 40 cartuchos de munição, 41 tijolinhos de maconha, um radiocomunicador, um aparelho celular e uma pequena quantia em dinheiro.

O policial militar está internado no Hospital de Pronto Socorro, onde encontra-se em situação grave e delicada em decorrência de um projétil de calibre 38 alojado na coluna vertebral e de órgãos perfurados pela bala. De férias e à paisana, o brigadiano teria reagido a um assalto no interior de um ônibus da linha Paulino Azurenha na avenida Érico Veríssimo, no cruzamento com a avenida Ipiranga, na noite de segunda-feira. Dois assaltantes anunciaram o roubo dos passageiros. O policial militar foi baleado duas vezes, sendo levada sua pistola calibre 40, de uso restrito, pela dupla de bandidos.