Correio do Povo | Notícias | Criminosos atacam dois bancos em Coronel Pilar

Porto Alegre

31ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 13 de Novembro de 2018

  • 08/11/2018
  • 19:59
  • Atualização: 20:34

Criminosos atacam dois bancos em Coronel Pilar

Onda de ataques afetou diversas cidades do interior nesta semana

Crimes ocorreram em cidade de 1,6 mil habitantes | Foto: João Paulo de Luca / Rádio Garibaldi

Crimes ocorreram em cidade de 1,6 mil habitantes | Foto: João Paulo de Luca / Rádio Garibaldi

  • Comentários
  • Correio do Povo

A onda de roubos a bancos continua no Rio Grande do Sul. Na tarde desta quinta-feira, as agências bancárias do Sicredi e do Banrisul foram atacadas por bandidos armados com fuzis e espingardas, na cidade de Coronel Pilar – cidade de cerca de 1,6 mil habitantes, na Serra. Conforme a BM, pelo menos sete homens, todos encapuzados, chegaram na frente dos bancos e efetuando vários disparos para o alto. Dos sete bandidos, três assaltaram o Banrisul e quatro o Sicredi. Eles fizeram um cordão humano com as pessoas que estavam no local. A ação durou 20 minutos e os ladrões tentaram assaltar a lotérica do município, mas não conseguiram. Na fuga, em direção a Roca Sales, os criminosos levaram um refém e atearam fogo em um Fiat Palio. A vítima foi liberada. Ninguém ficou ferido. Efetivos da Polícia Civil e da Brigada Militar fizeram buscas.

Outras cidades cujos bancos foram atacados, na madrugada passada, foram Joia, Casca e Mato Castelhano. Em Jóia, uma quadrilha armada se preparava para detonar os terminais de autoatendimento do Banrisul quando apareceu uma viatura da BM. Os bandidos atiraram contra os PMs e fugiram em três veículos. No banco ficaram os explosivos que seriam usados. Já em Casca, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil também foram atacados com explosivos. Os bandidos estavam em dois veículos. Houve confronto com PMs, mas ninguém ficou ferido. Em Mato Castelhano, o Banrisul foi arrombado, mas a ação criminosa não foi concluída.

No final da manhã de quarta-feira, o Banrisul de Cambará do Sul foi assaltado por uma quadrilha. Os bandidos usaram reféns para formar um cordão humano. O dinheiro do cofre, que momentos antes tinha sido deixado por um carro-forte, foi roubado. A fuga do bando teria sido em dois veículos em direção à Rota do Sol. Quatro funcionários do banco foram levados juntos e soltos na saída da área urbana. Além da BM, a Polícia Militar de Santa Catarina também foi mobilizada. Desde o início da semana ocorreram mais oito ataques.