Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 25 de Novembro de 2017

  • 13/09/2017
  • 19:28
  • Atualização: 19:45

Após prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro, Lula participa de ato público em Curitiba

Ex-presidente declarou que não tem medo de lutar contra as acusações da Lava Jato

Ex-presidente foi a ato de apoio após prestar depoimento a Sergio Moro | Foto: Heuler Andrey / AFP / CP

Ex-presidente foi a ato de apoio após prestar depoimento a Sergio Moro | Foto: Heuler Andrey / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Aproveitando a sua passagem em Curitiba para prestar novo depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou de um ato público na noite desta quarta-feira. O petista subiu no palanque junto com outros companheiros do PT, como a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, e alertou ao público para não se preocuparem com os depoimentos que vem prestado para os processos da Operação Lava Jato.

"Eu virei a Curitiba quantas vezes for necessário porque a verdade vence a mentira". Eu não estou acima da lei. Eu não sou melhor que ninguém, eu quero prestar todos os depoimentos. Eles investigaram minha vida, gravaram Dilma e eu, Marisa e eu, filmaram meus filhos, invadiram minha casa e até agora não encontraram nenhuma verdade nas acusações", afirmou. "Eu só quero que a Lava Jato tenha coragem de dizer: "nós não temos provas, nós mentimos", complementou.

Lula declarou que vai lutar até os últimos dias contra as acusações da Lava Jato. "Não sei quantos processos eu tenho. Não sei se eles vão cansar, mas eu não vou. Quem não morreu de fome até os 5 anos de idade no Nordeste, não tem medo de mais nada. É bom eles terem medo, pois a gente vai consertar este País", declarou.

O ex-presidente acrescentou que conta com o apoio das pessoas para poder governar novamente o Brasil. "Quem tem uma turma de companheiros como eu, não tem o que temer. Se eles querem me caçar, me prender, me condenar, achando que isso vai acabar com a luta, eu considero cada um de vocês um Lulinha", disse e aproveitou para alfinetar: o Lula incomoda muita gente, milhoes de Lulas incomodam muito mais."