Correio do Povo | Notícias | Dois ex-ministros da Agricultura são presos em operação da PF

Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

  • 09/11/2018
  • 12:26
  • Atualização: 12:32

Dois ex-ministros da Agricultura são presos em operação da PF

Antônio Andrade e Neri Geller possuem foro privilegiado. Ambos estão em prisão temporária

Movimentação na sede da Polícia Federal, em São Paulo (SP), durante a Operação Capitu | Foto: Newton Menezes / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP

Movimentação na sede da Polícia Federal, em São Paulo (SP), durante a Operação Capitu | Foto: Newton Menezes / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP

  • Comentários
  • R7

Os ex-ministros da Agricultura Antônio Andrade (MDB-MG) e Neri Geller (PP-MT) foram presos temporariamente na manhã desta sexta-feira na Operação Capitu. Ambos possuem foro privilegiado e as prisões foram autorizadas pelo Tribunal Regional Federal de Minas Gerais (TRF-MG).

Andrade é o atual vice-governador de Minas Gerais e Gellerfoi eleito deputado federal neste ano. O R7 procurou as equipes dos ex-ministros, mas ainda não conseguiu contato. As investigações apontam que Andrade recebeu R$ 15 milhões de propina e Geller, R$ 200 mil.

Andrade foi ministro da Agricultura durante o governo Dilma Rousseff (PT) de 2013 a março de 2014. Em seguida, o cargo foi assumido por Geller, que continuou no comando da pasta até 2015. 

• Ricardo Saud e Demilton Castro também são presos pela PF na Operação Capitu

Operação Capitu

A PF investiga um esquema de corrupção envolvendo políticos, partidos e o Ministério da Agricultura. Autoridades cumprem 81 mandados, sendo 62 de busca e apreensão e 19 de prisão temporária nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Mato Grosso e no Distrito Federal.