Correio do Povo | Notícias | UE veta 20 frigoríficos brasileiros de exportar carne de aves para a região

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

  • 19/04/2018
  • 13:50
  • Atualização: 14:00

UE veta 20 frigoríficos brasileiros de exportar carne de aves para a região

Medida começa a valer em 15 dias após a publicação oficial

20 frigoríficos estão proibidos de exportarem frango para a UE | Foto: Alina Souza / CP Memória

20 frigoríficos estão proibidos de exportarem frango para a UE | Foto: Alina Souza / CP Memória

  • Comentários
  • AFP

Os membros da Comissão Europeia votaram, nesta quinta-feira, por vetar 20 empresas brasileiras de exportarem carne de aves para o bloco europeu - mais de um ano após o escândalo deflagrado pela Operação Carne Fraca"Os Estados-membros votam (unanimemente) a favor da retirada de 20 estabelecimentos brasileiros cujas importações de carne de produtos a base de carne (especialmente aviários) estão atualmente autorizadas", comuniciou o bloco.

A retirada é uma resposta às "deficiências detectadas no sistema de controle oficial brasileiro". A decisão entra em vigor 15 dias após a publicação no Diário Oficial. As discussões sobre a qualidade da carne brasileira são um dos entraves para o acordo de livre-comércio entre UE e Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai).

Em março de 2017, o escândalo foi revelado após a Polícia Federal revelar que agentes dos serviços sanitários tinham sido subornados por empresas do setor para certificar carne - principalmente bovina - adulterada. Após a Carne Fraca, vários países suspenderam momentaneamente suas importações de carne do Brasil, maior exportador mundial de carne bovina e de aves - inclusive a UE, que exigiu uma auditoria do setor. A retirada das empresas, decidida por um comitê de especialistas de cada Estado-membro, passa a ser aplicada 15 dias após a publicação da decisão no Diário Oficial.