Correio do Povo | SemanaFarroupilha | Desfile cívico-militar será na avenida Beira-Rio

Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 18 de Setembro de 2018

  • 19/09/2017
  • 08:16
  • Atualização: 08:21

Desfile cívico-militar será na avenida Beira-Rio

Evento tradicional tem como tema "Farroupilhas: idealistas, revolucionários e fazedores de história"

  • Comentários
  • Correio do Povo

O tradicional desfile cívico-militar da Revolução Farroupilha, organizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), realizado anualmente no dia 20 de setembro, será na avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio) e acontece no sentido bairro-centro. Com início marcado para as 10h, as polícias, representadas pela Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Comando Rodoviário da BM, marcarão presença no desfile, que deve ter a duração de pelo menos 2h, com término ao meio-dia.

Mais de 1,5 mil cavalos devem integrar o desfile tradicional. O MTG já contabiliza 73 entidades inscritas e, conforme a entidade, a expectativa é de que mais de mil pessoas passem pela Evaldo Pereira Paiva para desfilar e celebrar a data que marca a histórica Revolução Farroupilha, que teve início no dia 20 de setembro de 1835 e terminou em março de 1845.

Neste ano, não ocorrerá o desfile temático. “Optamos por adiar a realização do desfile que seria dia 17 de setembro, para uma data em 2018 a ser confirmada. A ideia é trazer uma proposta diferenciada, dentro de um novo conceito, resgatando seu brilho”, citou o presidente do MTG, Nairo Callegaro. A falta de recursos e de patrocinadores foi um dos fatores que influenciou no cancelamento da atração.

A renovação da tradição gaúcha tem como tema, este ano, “Farroupilhas: idealistas, revolucionários e fazedores de história”, em homenagem às figuras da Revolução Farroupilha, como Bento Gonçalves da Silva, David Canabarro, Antonio de Souza Netto, Domingos José de Almeida, Giuseppe Garibaldi, José Mariano de Mattos, Afonso Corte Real, José Gomes Vasconcelos Jardim, Onofre Pires, Joaquim Teixeira Nunes, Antônio Vicente da Fontoura e Bento Manuel Ribeiro.

A estrutura deve começar a ser montada na tarde desta terça-feira. Serão dois toldos para imprensa e narração, um palanque para o MTG e convidados e outro para autoridades. Este ano, não haverá arquibancada para o público em geral.