Quartel em luto: Morre Mort Walker, criador do Recruta Zero

Hoje o CPop está de luto. É com pesar que anunciamos o falecimento de Addison Morton Walker (ou apenas Mort Walker), o cartunista criador das tirinhas do Recruta Zero. Conforme a Sociedade Nacional de Desenhistas dos Estados Unidos anunciou em seu site, Walker faleceu no último sábado, em sua casa de Stamford, Connecticut, por causa de complicações de uma pneumonia, aos 94 anos de idade.

O “Recruta” surgiu em 1950. Originalmente um estudante universitário, teve que se alistar no exército após a eclosão da Guerra da Coreia. Em um quartel cheio de soldados sem muito talento e até mesmo preguiçosos, Zero é o mais vagabundo de todos e é excelente em arrumar confusões (mas ainda melhor em se livrar delas). Walker afirma que desenhou décadas de material baseando-se em seu próprio serviço militar durante a Segunda Guerra Mundial: “Quatro anos de pesquisa grátis”, brincava ele.

As tiras foram publicadas originalmente em 12 jornais, e se tornaram muito populares por debochar da burocracia e de figuras de autoridade pomposas. Com o tempo, sua obra chegou a aparecer em 1800 jornais de 50 países, transformando-o em um dos cartunistas mais lidos da história. Nas seis décadas em que esteve em atividade, Walker não só passou desenhando o Recruta Zero, mas também escrevendo livros sobre a técnica dos quadrinhos e tendo iniciativas como o National Cartoon Museum – cuja coleção hoje está na Ohio State University.

Mas para os fãs da obra, não há o que temer. Os filhos Brian and Greg, que auxiliam Walker em seu trabalho desde a década de 1970, continuarão a produzir a tirinha diária, segundo o “Washington Post”. Mas não há tempo para pressa, afinal, “por que deixar para amanhã o que você pode fazer depois de amanhã”?

Angelo Werner :