Porto Alegre, 24 de Julho de 2014

O besteirol definitivo de Almodóvar

Postado por Juremir em 14 de julho de 2013 - Uncategorized

Eu tenho uma convicção (a única em minha vida): ninguém é gênio todo tempo.

Nem Chico Buarque. Nem Pablo Picasso. Nem Neymar. Nem Messy. Pelé também não era.

Tampouco Luis Fernando Verissimo.

Nem Machado de Assis, Guimarães Rosa ou os modernistas de 1922.

Muito menos o espanhol Pedro Almodóvar.

Chico Buarque é um gênio da música e um chato literário.

Almodóvar inventou um estilo escrachado no cinema.

Com Amantes Passageiros, seu último filme, atingiu o definitivo: o besteirol.

Perdi o capítulo da novela das nove por causa dele.

Disseram-me que era uma comédia. Ninguém riu. Disseram-me que era muito escrachado: ninguém notou. Disseram-me que tinha a marca do espanhol: só se for a marca da idiotice. Disseram-me que era devastador. De fato, devastou a minha paciência. Quase dormi. Felizmente é curto.

Woody Allen faz todo ano o mesmo filme. Alguns são lamentáveis. Mas, ainda assim, conseguem manter certa elegância. Almodóvar perdeu tudo. Mergulhou no vaso sanitário. A gente fica sabendo o que se passa na cabeça do diretor quando está trancando no banheiro do aeroporto.

Amores Passageiros é odiosamente definitivo: uma imbecilidade permanente.

Como se diz, um amontoado de clichês, de piadas vagabundas e de sequências estúpidas.

É tão ruim que dá vontade de rir. Quando já se está em casa. Rir de quem acredita em genialidades permanentes. Comecei a rir de mim mesmo. Aprendi algo: há dias em que até o capítulo de uma novela cretina consegue ser mais interessante do que uma obra assinada por um gênio contemporâneo.


6 Responses

  1. Renata dos Anjos disse:

    Caro Juremir,
    Compartilho da sua opinião e ao assistir esse filme imbecil confesso que tive vontade de sair do cinema antes do final…quanta baboseira! Frustrante vindo do brilhante Almodovar!

  2. Volnei disse:

    apenas para concordar com o blogueiro, não sei se este é um comentário genial ou imbecil.

  3. MM disse:

    Tu já encasquetou com o Woody Allen há uns 5 meses… parece-me que o estilo hollywoodiano está em declínio, e o cinema europeu (principalmente o dos últimos anos, anos de crise) tem crescido em qualidade (Faith Akin e Aki Kaurismki têm feito ótimos filmes). Mas Woody e Almodóvar estão fazendo filmes hollywoodianos, isto é, indo na contramão da qualidade.

  4. Talvez o genial do Almodovar tenha sido fazer um filme supostamente ruim.

    Ou daqui a pouco o gênio sou eu que consigo ser sempre idiota (mantenho a constância).

    Tommy Wine Beer.

  5. Daniel disse:

    Nem Kubrick? Asimov? Hitchcock?

  6. Dilson disse:

    Viu? Humildade, pois!