A arte na Feira do Livro

Passeando pela 63ª Feira do Livro de Porto Alegre, na esquina da 7 de setembro com a Siqueira Campos, em frente ao Banco Santander Cultural, encontramos Carlos Roberto Silva e Silva, 62 anos, um desenhista de mão cheia. O encanto por aquilo que faz é logo destacado: “Amo o que faço. Esse é o grande segredo do trabalho bem feito”. Há pelo menos 25 anos, Carlos Roberto trabalha com a arte e frequenta a Feira do Livro, fazendo as suas caricaturas e retratos das pessoas que o contatam. “A procura é muito relativa. Às vezes rende bastante, outras não tanto. No geral, tem sido boa”, destaca o desenhista.

Além desse espaço na época da feira, Carlos Roberto tem o seu ponto de trabalho na Rua dos Andradas, também conhecida por Rua da Praia, no Centro da capital gaúcha, em frente à Loja Multisom. Por ali, pode ser encontrado de segunda à sexta-feira. “Tem dias bons que fizemos de 20 a 25 caricaturas”, revela Carlos. Engana-se quem pensa que o artista para por aí. Nos sábados e domingos, ele fica pelo Parque Farroupillha, também conhecido Parque da Redenção. Também é contratado para participar de eventos, como casamentos e festas de 15 anos. “A gente acaba recebendo muitos pedidos por e-mail para ir a essas comemorações e desenhar”, completa o simpático senhor.

Texto e foto: Lucas Mello/Ufrgs

Marcos Santuário :