Raikkonen patrola Hamilton e Vettel para cravar pole na Itália

Kimi Raikkonen deixou os postulantes ao título de coadjuvante e cravou a pole-position para o GP da Itália, neste sábado. O finlandês colocou 162 milésimos em cima de Sebastian Vettel com uma volta de 1min19s119. Lewis Hamilton chegou a flertar com o primeiro lugar, mas foi relegado ao terceiro posto com a força das Ferrari fazendo valer nas grandes retas. A festa foi total e até maior por Raikkonen voltar ao primeiro posto.

Valtteri Bottas não conseguiu ir além dum quarto posto, bem distante. Sem condições de acompanhar os ponteiros, Max Verstappen fez o tema de casa com a Red Bull em quinto, enquanto Romain Grosjean mostrou a forza Ferrari do motor da Haas em sexto.

A turma faceira do Q3 ainda teve Carlos Sainz de Renault, Esteban Ocon de Force India, Pierre Gasly de Toro Rosso, em nono. No décimo posto, a surpresa. Lance Stroll colocou a Williams no Q3, uma visão raríssima em tempos recentes.

O primeiro a sobrar do Q2 foi Kevin Magnussen. Muito por encrespar a vida com Fernando Alonso. O dinamarquês trocou faísca com o espanhol, que não deu espaço na chicane inicial e um chega para lá de respeito. Ficou em 11º, com Sergey Sirotkin em seguida. Fernando Alonso fez milagre com a McLaren sem força de reta para ser o 13º. A grande zebra foi Daniel Ricciardo em 15º, sem andar no Q2.

Bernardo Bercht :