Kimi Raikkonen fecha contrato de dois anos com a Sauber Alfa-Romeo

Uma das decisões mais surpreendentes da história da dança das cadeiras da Fórmula 1 ocorreu nos bastidores da gigante Ferrari. Kimi Raikkonen aceitou um contrato de dois anos com a Sauber Alfa-Romeo e dará lugar à estrela em ascensão Charles Leclerc no cockpit ferrarista.

Quem iniciou as manobras foi o falecido Sérgio Marchionne, mas por algum tempo a nova administração tentou reverter o pré contrato assinado com Leclerc. A solução foi oferecer uma sociedade a Raikkonen dentro da Sauber.

O finlandês agora é acionista do time que lançou sua longa carreira na F1, lá em 2001.

Bernardo Bercht :