Correio do Povo

08/11/2010 15:52 - Atualizado em 08/11/2010 16:07

Opinião > Correio Olímpico

Linha do tempo

Márcio Poletto me mandou o seguinte email:

Boa tarde Mari,

Tudo bom?
Acredito que a última participação de uma equipe de POA em um torneio nacional de vôlei foi com a Frangosul em 91/92 quando a mesma parou nas semifinais também treinando e jogando na Sogipa.

Abraço,
Márcio Poletto


Lendo o email do Márcio, fui consultar o "banco de dados" que temos sobre o vôlei. Esses dados nada mais são do que o resultado de pesquisas do Rodrigo Koch, coordenador de Esportes da Rádio Guaíba e autor do livro Tie-break. Veja só a cronologia da participação gaúcha em competições nacionais masculinas de vôlei:

Taça Brasil (completamente amador)
1962/63 – Grêmio Náutico União (campeão)
1963/64 – Grêmio Náutico União (3º)
1964/65 – Grêmio Náutico União (vice)
1968 – Grêmio Náutico União (4º)
1969 – RS não participou
1971 – Cruzeiro (5º)
1972 – RS não participou
1973 – RS não participou
1974 – RS não participou
1975 – RS não participou

Campeonato Brasileiro (profissionalismo de algumas equipes a partir da década de 1980; no RS Sulbrasileiro e Frangosul)
1976 – ACM (11°)
1978 – Sogipa (5º)
1980 – RS não participou
1981/82 – RS não participou
1982/83 – Sogipa (19º) e Riograndense (24º)
1983 – Sulbrasileiro (5º)
1984/85 – Sulbrasileiro (5°) e Grêmio Náutico União (13º)
1985/86 – Grêmio Náutico União (9º)
1986/87 – Frangosul (8º)
1987/88 – Frangosul (6º) e Grêmio Náutico União (8º)

Liga Nacional (profissionalismo de todas equipes; duas divisões: 10 + 10; após Jogos Olímpicos de Barcelona, Frangosul e Ginástica unem forças para manter vôlei forte no RS)
1988/89 – Frangosul (6º)
1989/90 – Frangosul (8º) e Amapá/Ginástica (10º)
1991 – Frangosul (vice) e Ravelli/Ginástica (6º)
1991/92 – Frangosul (3º) e Try On/Ginástica (8º)
1992/93 – Frangosul/Ginástica (4º)
1993/94 – Frangosul/Ginástica (4º)

Superliga (Nuzman repatria todos os campeões olímpicos e cria uma única divisão do vôlei no Brasil, inicialmente com 14 equipes; posteriormente seria criada a atual Liga Nacional: Ulbra [campeã, 1996], UCS [campeã, 2003])
1994/95 – Frangosul/Ginástica (campeã)
1995/96 – Frangosul/Ginástica (3º) (Frangosul decide abandonar o vôlei)
1996/97 – Ulbra/Diadora (6º) e Vitrage/Ginástica (8º) (Com dívidas, Ginástica deixa o vôlei)
1997/98 – Ulbra/Diadora (campeã)
1998/99 – Ulbra/Pepsi (campeã) e Bento (12°)
1999/00 – Ulbra/Compaq (4º) e Bento (11°)
2000/01 – Ulbra (vice) e Bento (11°)
2001/02 – Ulbra (4º) e Bento (11°)
2002/03 – Ulbra (campeã), Bento (6°) e UCS (11°)
2003/04 – Ulbra/SPFC (2°), Bento/Union Pack (6º) e UCS/Colombo (9°)
2004/05 – On Line/Herval (3º), Ulbra (5º), Bento/Union Pack (6º) e UCS/Colombo (10°)
2005/06 – Bento (5º), On Line (6º), Ulbra/Ferraz/SPFC (8º) e UCS/Colombo (9°) (Ulbra começa a se transformar em paulista)
2006/07 – Ulbra/UpTime (3º), Fátima/UCS (7º), On Line/São Leopoldo (8º) e Bento (14º) (devido a má campanha e alegando baixo retorno de mídia On Line deixa o vôlei)
2007/08 – Ulbra/Suzano/UpTime (3º), Fátima/UCS/Multisul (9º) e Bento (10º)
2008/09 – Ulbra/Suzano/Massageol (7º), Fátima/UCS/Medquímica (8º) e Bento (12º) (primeira Superliga que a Ulbra foi inscrita pela Federação Paulista; Bento se retira alegando falta de patrocínio e altos custos para manter o time)
2009/10 – Fátima/Medquímica/UCS/SPFC (8º) e São Caetano/Ulbra (9°) (Ulbra encerra atividades devido à crise institucional; UCS encerra o vôlei alegando falta de investidores)
2010/2011 - Fátima/Medquímica/Sogipa

Resumindo: o Márcio tem razão. Em 1991/1992, a Frangosul treinou e jogou na Sogipa.

CORREIO OLÍMPICO > mari.oselame@correiodopovo.com.br