Correio do Povo

14/11/2016 14:34 - Atualizado em 14/11/2016 14:54

Arte & Agenda > Variedades

Animação “O Projeto de Meu Pai” vence 3º Festival de Cinema de Três Passos

Produção foi eleita o Melhor Curta pelo Júri Técnico

Animação “O Projeto de Meu Pai” vence 3º Festival de Cinema de Três Passos- Crédito: Divulgação / CP
Animação “O Projeto de Meu Pai” vence 3º Festival de Cinema de Três Passos
Crédito: Divulgação / CP

O curta de animação "O Projeto de Meu Pai", de Rosária, foi eleito o Melhor Filme pelo Júri Técnico no 3º Festival de Cinema de Três Passos. A produção apresenta a história sobre um pai divorciado, a partir da perspectiva de sua filha. Entre os premiados estão também “Horas”, de Boca Migotto, que conquistou três troféus (Melhor Ficção, Fotografia e Desenho de Som); “Hospital da Memória”, ficção de Pedro Paulo de Andrade como Melhor Filme pelo Júri Popular e “Pobre, Preto, Puto”, de Diego Tafarel, como Melhor Documentário. O evento, que terminou no sábado, recebeu cerca de três mil pessoas durante suas programação, que exibiu mais de 70 filmes nas Mostras Competitiva e Não Competitiva. Vinte e dois realizadores estiveram na cidade para acompanhar as exibições ao lado de jovens estudantes e demais moradores da cidade. Confira os premiados: Melhor Curta do Festival (Júri Técnico): "O Projeto de Meu Pai", de Rosária Melhor Curta do festival (Júri Popular): "Hospital da Memória", de Pedro Paulo de Andrade Melhor Curta de Ficção: "Horas", de Boca Migotto Melhor Curta Documentário: "Pobre, Preto, Puto", de Diego Tafarel Melhor Curta de Animação: "O Projeto do Meu Pai", de Rosária Melhor Curta Experimental: "O Beijo de Carnaval", de Ranieri Figueiredo Melhor Curta Estrangeiro: "Alto El Juego", de Walter Tournier Melhor Direção: Dani Suzuki, por "Pulso" Melhor Ator: Joaquim Lopes, por "Pulso" Melhor Atriz: Silvia Paes, por "A Vida Tem Dessas Coisas" Melhor Roteiro: Felipe da Fonseca Peroni, por "Espeto Corrido" Melhor Fotografia: Bruno Polidoro, por "Horas" Melhor Trilha Sonora: Rafael Gama Dantas, por "Boca Fechada" Melhor Edição: Bruno Autran, por "Coração pela Boca" Melhor Direção de Arte: Jamile Coelho e Cintia Maria, por "Órum Àiyé" Melhor Desenho de Som: Gabriela Bervian, por "Horas" Menção Honrosa: "De Que lado me olhas", de Carolina de Azevedo e Elena Sassi - pela pela abordagem e atualidade do tema aliado à linguagem inventiva Menção Honrosa: "Antonieta", de Flavia Person - pelo resgate de valor da memória de uma importante figura histórica Menção Honrosa: "O Último Engolervilha Dois", de diretores associados - pela linguagem transgressora e excelência nas várias técnicas utilizadas Menção Honrosa: "Sesmaria", de Gabriela Richter Lamas - pelo registro de uma realidade cruel e silenciosa do ambiente rural

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br