Correio do Povo

15/06/2018 13:51 - Atualizado em 15/06/2018 14:50

Arte & Agenda > Variedades

"As Durações do Rastro" inaugura na Fundação Iberê Camargo

Exposição tem fotografias sobre a obra do arquiteto Álvaro Siza

Registro feito em edifícios no Bairro da Bouça, em Portugal- Crédito: Jordi Burch / Divulgação / CP
Registro feito em edifícios no Bairro da Bouça, em Portugal
Crédito: Jordi Burch / Divulgação / CP

O final de semana será de estreia na Fundação Iberê Camargo (Avenida Padre Cacique, 2000), em Porto Alegre, com a inauguração da exposição "As Durações do Rastro - A fotografia de Jordi Burch frente à arquitetura de Álvaro Siza Vieira", do fotógrafo português Jordi Burch. Com curadoria de Veronica Stigger, a mostra traz uma série de 40 imagens que registram quatro conjuntos habitacionais da Europa projetados pelo arquiteto português Álvaro Siza – também autor do premiado projeto arquitetônico da Fundação Iberê Camargo –, no Bairro da Bouça (Porto/Portugal, 1973), no Campo di Marte, na Giudecca (Veneza/Itália, 1983), em Kreuzberger (edifício Bonjour Tristesse, Berlim/Alemanha, 1984) e no Schilderswijk West (Haia/Holanda, 1985). Burch acompanhou o arquiteto em visita a esses edifícios no ano de 2016 e explorou em seus registros os rastros, as marcas e as impressões deixadas pela passagem do tempo na arquitetura de Álvaro Siza. Convivendo com diferentes residentes, ambos observaram a evolução dos habitats de antigos e novos moradores e as principais transformações sociais e urbanas ali ocorridas: processos de imigração, guetização, gentrificação e turistificação. A mostra ficará em cartaz até o dia 05 de agosto. A visitação ocorre aos finais de semana, das 14h às 19h - de quarta a domingo, a Fundação Iberê Camargo também atende grupos agendados. Para marcar a abertura, o fotógrafo Jordi Burch e a curadora Veronica Stigger conversam com o público a partir das 14h deste sábado.

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br