Correio do Povo

08/07/2018 11:37 - Atualizado em 08/07/2018 11:43

Arte & Agenda > Variedades

Louis Vuitton ganha livro-retrospectiva com criações de Marc Jacobs e Nicolas Ghesquière

Marca completa 20 anos desde a estreia no mundo do ready-to-wear

"Louis Vuitton Catwalk" é editado pela Thames & Hudson. - Crédito: Divulgação / CP
"Louis Vuitton Catwalk" é editado pela Thames & Hudson.
Crédito: Divulgação / CP

Mais de 140 anos se passaram entre a fundação da Louis Vuitton e sua estreia nas passarelas propriamente dita, com Marc Jacobs em 1998. Completando 20 anos desde a estreia no mundo do ready-to-wear, a marca ganha o livro-retrospectiva "Louis Vuitton Catwalk", editado pela Thames & Hudson. Nas 632 páginas estão criações de Jacobs (1998-2013) e de seu sucessor, o estilista Nicolas Ghesquière, acompanhadas de textos da editora Jo Ellison, do Financial Times, e da curadora de moda Louise Rytter. Fundada em 1854 como uma marca de baús e malas de viagem, a primeira coleção de roupas da Louis Vuitton não emplacou entre a crítica. "O problema com a coleção - compreensível numa primeira tentativa - é que (Marc) Jacobs não expressou a alma da Vuitton. (...) Os suéteres e saias, as jaquetas quadradas e tops eram uma versão do minimalismo de Helmut Lang e Prada, que dominou a moda dos anos 1990", sentenciou Suzy Menkes, crítica de moda do jornal britânico International Herald Tribune. Anos se passaram e Marc Jacobs projetou a moda da Vuitton com desfiles e cocriações que entraram para a história, como as parcerias com os artistas Stephen Sprouse, Takashi Murakami e Richard Prince, entre outros. Nicolas Ghesquière, atual diretor criativo do feminino da marca, vem impulsionando a marca num caminho de design mais vanguardista e conceitual.

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br