Correio do Povo

05/09/2018 13:51 - Atualizado em 05/09/2018 14:51

Arte & Agenda > Variedades

Ator Ícaro Silva é atingido por estilhaços de bala no túnel Zuzu Angel, no Rio

Artista teve ferimento no braço e foi atendido no Hospital Barra D'or

Segundo a PM, circunstâncias do ocorrido ainda estão sendo apuradas - Crédito: Reprodução / Instagram / CP
Segundo a PM, circunstâncias do ocorrido ainda estão sendo apuradas
Crédito: Reprodução / Instagram / CP

O ator Ícaro Silva dirigia pelo túnel Zuzu Angel, zona sul do Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira, quando foi atingido por estilhaços de uma bala de arma de fogo, que causaram-lhe um ferimento no braço esquerdo. Segundo a assessoria do ator, ele foi encaminhado ao Hospital Barra D'or e recebeu alta horas depois. Tudo começou quando policiais militares do 23º BPM Leblon foram até o local por conta de uma denúncia de que criminosos estavam praticando roubos no interior do túnel. "Os policiais foram até a Autoestrada Lagoa-Barra (onde fica o túnel) a fim de verificar a informação e, no local, nada foi constatado. Já próximo à Rocinha, os policiais avistaram o veículo com as características mencionadas e tentaram a abordagem, houve reação, gerando o confronto. Os criminosos conseguiram fugir. Até aquele momento não havia informações de feridos", disse a Polícia Militar em nota. Entretanto, logo depois disso, policiais do 31º BPM Recreio dos Bandeirantes foram informados de que Ícaro Silva havia dado entrada no Hospital Barra D'Or, ferido por estilhaços de arma de fogo no braço. De acordo com a versão contada pela assessoria do ator, tudo aconteceu por causa de uma falha de comunicação e o tiro veio da PM. "O Ícaro não entendeu se a polícia pediu para ele parar ou para ele seguir, foi uma falha na comunicação. Estava acontecendo essa perseguição aí, infelizmente o Ícaro tava passando, se assustou com a gritaria, não entendeu, seguiu, e a PM acabou disparando contra o carro dele. Um dos disparos acertou no carro e os estilhaços atingiram o braço dele", informou a assessoria do ator ao jornal E+, seção de entretenimento do portal do jornal O Estado de S. Paulo. Ainda segundo a nota da PM, as circunstâncias de como isso ocorreu estão sendo apuradas e o caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br