Correio do Povo

06/09/2018 13:39 - Atualizado em 06/09/2018 14:16

Notícias > Economia

Venda de veículos registra maior volume em quatro anos

Crescimento em agosto foi de 14,8% na comparação com igual período de 2017

Na relação com julho deste ano, aumento nas vendas foi de 14,3%- Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória
Na relação com julho deste ano, aumento nas vendas foi de 14,3%
Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória

A venda veículos novos no Brasil somou 248,6 mil unidades em agosto, alta de 14,8% em relação a igual mês do ano passado e de 14,3% na comparação com julho, mostra balanço divulgado nesta quinta-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). É o maior volume mensal desde janeiro de 2015 e o melhor desempenho para meses de agosto desde 2014. No acumulado do ano, são 1,6 milhão de unidades emplacadas, avanço de 14,9% sobre igual período de 2017. A variação está acima, por enquanto, da previsão da Anfavea para o ano todo, de alta de 11,7%. Máquinas agrícolas As vendas internas de máquinas agrícolas e rodoviárias no atacado atingiram 5 mil unidades em agosto, alta de 30,5% na comparação com igual mês do ano passado e de 5,9% em relação a julho. No acumulado do ano até agosto, há alta de 6,2% sobre igual período de 2017, para 29,6 mil unidades. • Petrobras poderá manter preço da gasolina estável por até 15 dias A produção de máquinas agrícolas e rodoviárias chegou a 6,6 mil unidades em agosto, expansão de 35,1% em comparação com igual mês do ano passado, mas queda de 1% em comparação com julho. De janeiro a agosto, o segmento tem alta de 5,5%, para 40,3 mil unidades produzidas. As exportações de máquinas agrícolas, em valores, totalizaram US$ 284,6 milhões no mês passado, recuo de 9,9% na comparação com agosto do ano passado e de 3,6% em relação a julho. No acumulado do ano, no entanto, as vendas externas têm expansão de 29,4%, para US$ 2,3 bilhões. O total de máquinas agrícolas exportadas em agosto chegou a 1,2 mil unidades, recuo de 13,1% em relação a igual mês do ano passado e de 1,2% na relação com julho. No acumulado do ano, no entanto, há crescimento de 1,2%, para 8,6 mil unidades.

ECONOMIA > correio@correiodopovo.com.br