Correio do Povo

10/09/2018 11:19 - Atualizado em 10/09/2018 11:42

Esportes > Esportes

Grêmio lamenta postura da CBF, mas assegura que segue na luta pelo Brasileirão

Tricolor tentou antecipar jogo contra o Paraná para quinta-feira, mas confederação não aceitou a mudança

Grêmio garante luta pelo título do Brasileiro, mesmo com oito de distância dos líderes- Crédito: Mauro Schaefer
Grêmio garante luta pelo título do Brasileiro, mesmo com oito de distância dos líderes
Crédito: Mauro Schaefer

A derrota no Gre-Nal deixou o Grêmio a oito pontos do líder Inter e do vice São Paulo, mas nem mesmo a distância para os dois clubes que ocupam as primeiras posições tiram o desejo do clube de disputar o título até o final. Após o 1 a 0, no Beira-Rio, direção e comissão técnica voltaram a garantir empenho na disputa pelo título que não é conquistado há 22 anos. Nem mesmo a falta de sensibilidade da Confederação Brasileira de Futebol em trocar a data do jogo de final de semana contra o Paraná para quinta-feira desanima o Tricolor. “Pedimos para antecipar para quinta, botaram para sábado, às 16h, e, com muita insistência que fizemos sobre o tema, eles nos ofereceram sábado às 11h. Desta forma, teríamos que acordar às 7h e fazer uma nova forma de preparação (para o jogo), o que atrapalharia. Então, ficou para as 16h", afirmou o presidente. "Não era contra um adversário brasileiro, é um clube brasileiro jogando uma partida sul-americana e representando o país. Esse foi o argumento para sensibilizá-los, mas não ocorreu”, lamentou o presidente Romildo Bolzan. O Grêmio enfrenta o Atlético Tucumán no dia 18 de setembro, em San Miguel de Tucumán, que fica a mais de mil quilômetros de Buenos Aires. A partida é valida pelo primeiro jogo das quartas de final da Libertadores. Como não terá compromissos no meio da semana, o clube gaúcho tentou antecipar o confronto. “Não é uma crítica para a CBF. Às vezes, escuto uma letra da CBF que o Grêmio não se interessa pelo Brasileiro. Na hora de marcar um jogo que não vai atrapalhar ninguém, na quinta-feira, ela não deixa”, reclamou o técnico Renato. Sobre o time que mandará a campo, o treinador seguiu a linha que costuma trabalhar. “Até sábado têm bastante coisa para pensar. Vamos ver quem ficará à disposição, pois teremos tempo para decidir que vai jogar”, reclamou. Ao ser questionado se o Grêmio decaiu de rendimento desde o Gre-Nal do primeiro turno, Renato ressaltou que o Tricolor segue vivo na competição. “O Grêmio está em duas competições e também estamos brigando pelo Brasileiro. Daí você vem me perguntar se o Grêmio não está bem? Estamos nas quartas da Libertadores e estamos brigando pelas duas. Estamos bem demais", destacou. "O presidente, a diretoria, a comissão técnica, os jogadores e os torcedores estão em lua de mel. Há dois anos estamos muito bem. E pode ter certeza que vamos continuar nesta lua de mel até o final do ano”, declarou. O Grêmio volta aos treinamentos às 15h30min desta segunda-feira no CT Luiz Carvalho. O próximo compromisso é contra o Paraná, às 16h, na Arena. Após 24 rodadas, o Tricolor é o quinto colocado com 41 pontos, porém, pode perder mais uma posição se o Atlético-MG vencer o Atlético-PR, no estádio Independência. O jogo começa às 20h.

ESPORTES > correio@correiodopovo.com.br