Correio do Povo

10/09/2018 16:21 - Atualizado em 10/09/2018 17:25

Arte & Agenda > Variedades

Paramore não irá mais tocar "Misery Business" em função de trechos considerados misóginos

Música faz parte do segundo álbum da banda, "Riot!", lançado em 2007

Canção foi escrita pela vocalista Hayley Williams, aos 17 anos- Crédito: Reprodução / Facebook/ CP
Canção foi escrita pela vocalista Hayley Williams, aos 17 anos
Crédito: Reprodução / Facebook/ CP

O primeiro sucesso de Paramore, "Misery Business", não será mais tocado ao vivo por um bom tempo. A música faz parte do álbum "Riot!" e foi responsável por dar maior visibilidade para a banda pelo mundo. A própria vocalista, Hayley Williams, deu a notícia, antes de cantar a canção pela última vez durante o show final da turnê "After Laughter". "Esta é uma escolha que fizemos porque sentimos que deveríamos, achamos que é hora de nos afastarmos dela por um tempo", disse ela à multidão de Nashville, cidade natal da banda, segundo a revista "Variety". "Isso é para todas as decisões ruins que nos levaram aqui, isso é para todas as coisas embaraçosas que já dissemos, mas nós reconhecemos e crescemos", acrescentou. A justificativa está em trechos considerados polêmicos e antifeministas da canção. Escrita por Hayley, a música concentra maior controvérsia no seguinte verso: "Segundas chances, elas não importam, as pessoas não mudam / Uma vez vagabunda, você não é nada além disso / Sinto muito, isso não vai mudar”. Em 2015, a cantora já havia se pronunciado sobre a música em uma publicação em seu Tumblr pessoal. Na postagem, a vocalista afirmou que não se identifica com "Misery Business" há muito tempo. "Essas palavras foram escritas quando eu tinha 17 anos de uma perspectiva muito limitada. Não era para ser uma grande declaração filosófica sobre qualquer coisa. Foi literalmente uma página em meu diário sobre um momento singular que vivenciei como colegial", admitiu na época.

VARIEDADES > correio@correiodopovo.com.br