Correio do Povo

10/09/2018 18:58 - Atualizado em 10/09/2018 19:13

Notícias > Geral

Justiça mantém indenização a jovem que teve braço esmagado em portão do Salgado Filho

Vítima sofreu fratura exposta no cotovelo e rompimento muscular, em 2015

Jovem esperava desembarque de Luan Santana, que faria show na cidade- Crédito: Guilherme Testa / CP Memória
Jovem esperava desembarque de Luan Santana, que faria show na cidade
Crédito: Guilherme Testa / CP Memória

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a empresa de segurança ONDREPSB foram condenadas a indenizar, por danos morais e estéticos, uma estudante de 22 anos, residente de Esteio, que teve o braço esquerdo esmagado durante a abertura do portão 8 do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. O acidente ocorreu em 2015. A jovem fazia parte de um grupo de fãs do cantor Luan Santana, que tinha show marcado na cidade. A decisão, tomada pela 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), confirmou a sentença de primeiro grau. A vítima, em meio à aglomeração, ficou com o braço preso entre a pilastra e o portão, que atingiu o membro, causando fratura exposta no cotovelo e rompimento muscular. A jovem ajuizou ação na Justiça Federal de Canoas requerendo indenização de R$ 100 mil e pensão vitalícia. A sentença estipulou valor de R$ 7 mil e negou a pensão , pois a desembargadora salientou que não cabe, tendo em vista que o acidente não acarretou incapacidade total e/ou permanente da autora para a atividade laboral.

GERAL > correio@correiodopovo.com.br