Correio do Povo

11/09/2018 11:28 - Atualizado em 11/09/2018 11:44

Esportes > Esportes

Inter precisará quebrar tabu contra a Chape para se manter líder

Colorado ainda não superou o time catarinense fora de casa na principal competição nacional

No primeiro turno, Colorado goleou por 3 a 0 no Beira-Rio- Crédito: Fabiano do Amaral
No primeiro turno, Colorado goleou por 3 a 0 no Beira-Rio
Crédito: Fabiano do Amaral

Se quiser permanecer como líder, o Inter precisará encerrar um tabu que perdura há quatro anos em Campeonatos Brasileiros: vencer a Chapecoense, na Arena Condá. O histórico de confrontos na principal competição nacional não é muito longo, apenas oito jogos e os dois times têm três vitórias cada. Em duas oportunidades, no Beira-Rio, empates em 0 a 0. Concentrado em manter a campanha feita até a 24ª rodada do Brasileirão depois da vitória no Gre-Nal, a ordem é “manter os pés no chão” e se preparar da melhor forma possível para buscar a primeira vitória em Chapecó. “Jogar na casa da Chapecoense é difícil, pois eles sabem jogar na Arena Condá. Todos adversários que vão lá, têm dificuldades. Estamos felizes pela campanha sólida e bonita que estamos fazendo, mas a gente quer mais e, para isso, temos que seguir com tranquilidade e dedicação que temos desde o início”, afirmou Odair Hellmann após a vitória do Gre-Nal. Dos nove jogos, três foram na Arena Condá e um deles terminou com um 5 a 0 para o time catarinense, confirmando a dificuldade que é para o Inter atuar nos domínios da Chapecoense. Nos dois outros jogos, 1x0 em 2015, com direito a provocação do clube catarinense sobre D’Alessandro no Twitter, e outro resultado igual em 2016, a 12ª derrota no Brasileirão daquela temporada.

No primeiro turno, o Colorado venceu por 3 a 0 no Beira-Rio com gols de Lucca, Moledo e Patrick. Na oportunidade, os comandados de Odair Hellmann eram cobrados pelos 480 minutos sem balançar as redes dos adversários e cinco partidas sem vitórias. Naquele período do ano, o time catarinense havia vencido o Flamengo, pelo Brasileiro, que era líder, e desclassificado o Atlético-MG, da Copa do Brasil. Com a goleada, o Inter subiu da 16ª, após o empate no Gre-Nal, para a 10ª colocação. “O caminho é duro (para o título), difícil, pois temos 14 jogos pela frente e são 14 decisões. Continuamos pensando jogo a jogo”, ressaltou o técnico. A única vitória do Colorado em Chapecó foi em 2008, pela Copa do Brasil. Na oportunidade, Alex Raphael e Adriano marcaram os gols que garantiram o Inter classificado no primeiro jogo do confronto. O Inter volta aos treinamentos na quarta-feira, às 9h30min, no CT do Parque Gigante. A viagem para Santa Catarina está marcada para sábado, com avião fretado, devido a previsão de chuvas na região a partir de quinta-feira. O jogo na Arena Condá está marcado para a próxima segunda-feira, às 20h. O Colorado e o São Paulo tem 49 pontos, mas o alvirrubro tem um gol a mais que os paulistas. • Retrospecto Inter x Chapecoense em Brasileiros: 21/05/2018 – Inter 3x0 Chapecoense 15/08/2016 – Chapecoense 1x0 Inter 15/05/2016 – Inter 0x0 Chapecoense 19/11/2015 – Chapecoense 1x0 Inter 02/08/2015 – Inter 0x0 Chapecoense 09/10/2014 – Chapecoense 5x0 Inter 28/10/2014 – Inter 2x0 Chapecoense 12/04/1978 – Inter 2x0 Chapecoense • Retrospecto Inter x Chapecoense na Copa do Brasil: 31/05/2008 – Chapecoense 0x2 Inter

ESPORTES > correio@correiodopovo.com.br