CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, SÁBADO, 21 DE FEVEREIRO DE 1998
ESCOLAS


GAROTOS DA ORGIA - Primeira escola a desfilar na noite de hoje, com largada às 22h, a Garotos da Orgia leva para a avenida Antônio de Carvalho a história do valente Bakari Dian que derrotou o monstro Bilissi no reino de Ségu. O menino, filho de um pastor, se destacou na cidade pela sua força e sua coragem. Após derrotar o monstro que tinha sete cabeças e corpo de homem, Bakari deixou a cidade. Seu nome e sua lenda, no entanto, permaneceram vivas no reino de Ségu.

SALGUEIRO DE ESTEIO - Com seu samba-enredo 'Nas Areias dos Milênios meu Salgueiro Traz um Mito', a escola entra na avenida às 23h. O tema fala da lenda da chegada de uma civilização de outro planeta às margens do rio Nilo. Este povo teria ajudado os egípcios a se desenvolverem. A alianças entre os dois povos resultou na sabedoria de como aproveitar as enchentes do rio para controlar as safras de arroz, trigo e outros cereais. Cada faraó mandava construir um monumento como marca de seu período de governo e assim também se desenvolveram a arquitetura e a matemática. Conforme a história, o povo estrangeiro deixou o Egito, mas sua sabedoria ainda é utilizada pelos que permaneceram.

MOCIDADE DE ESTEIO 0- A escola pretende retratar na sua apresentação de hoje, com início às 24h, a vida do compositor, arranjador e instrumentista Pixinguinha. Artista genial e único, Pixinguinha resgatou valores da cultura do país com sua música que combinava perfeitamente a melodia com um balanço irresistível.

UNIVERSIDADE DO SAMBA - Pisando na avenida à 1h deste domingo, a entidade desfila tendo como tema a integração de raças no Brasil. O enredo fala de como o país acolhe carinhosamente índios, negros, portugueses, espanhóis, italianos, alemães, árabes, orientais e turcos. Também serão retratadas as contribuições de cada povo para a formação do país. A apresentação está sendo considerada como um verdadeiro desafio, uma vez que este é o primeiro ano que a entidade participa do desfile do Grupo de Acesso.

ASAS DE OURO - A escola de Alvorada, que desfila às 2h, conta a lenda do rei negro Xangô através de seu samba-enredo 'Kizomba, uma festa para o Rei Negro'. Os negros que vieram da África ao Brasil para trabalhar como escravos cultuavam os orixás nas senzalas sem que os senhores de engenho percebessem. Os escravos acreditavam que cultos aos orixás poderiam refletir em progresso nas colheitas e saúde. Uma destas festas, a Kizomba, com duração de seis dias e seis noites, era feita como homenagem a Xangô e às raízes africanas.

PROTEGIDOS DA PRINCESA ISABEL - A entidade traz ao público um dos mais antigos sonhos da humanidade, o de voar. Com início do desfile previsto para as 3h, a Protegidos da Vila Isabel fala dos vários sentidos da palavra. Voar também pode ser considerado como a capacidade de ter visão ampla do mundo, transpor obstáculo e superar limitações. Neste sentido, o sonho seria a forma mais acessível do homem voar. A invenção do avião também será retratada pela entidade que dá destaque ao padre Bartolomeu de Gusmão, que concebeu e fez voar o primeiro balão tripulado.

PORTELA - A escola de samba resolveu assumir a causa, tão debatida na atualidade, de preservação da natureza. A Portela da Capital entra na avenida às 4h com o samba-enredo 'Por que não falar em ecologia?'. Seus carros alegóricos, alas e fantasias vão retratar as riquezas que o planeta oferece para a sobrevivência do ser humano. O tema é uma mensagem ecológica dizendo não à devastação e à destruição. Também fazem parte do enredo as loucuras que o homem comete contra a própria vida, destruindo a fauna e a flora, o que resulta em um desequilíbrio do meio ambiente. Chico Mendes e o cacique Raoni são considerados símbolos nesta luta pela preservação da natureza e recebem destaque no desfile que a escola preparou.

UNIDOS DE ESTÂNCIA VELHA - A escola brinca com o público e desfila com palhaços brincalhões, arrojados trapezistas e destemidos domadores. Às 5h, a entidade faz sua apresentação com o samba-enredo 'Circo - O Maior Espetáculo da Terra'. O enredo conta a história do circo desde seu início, em Roma, quando o público era animado com corridas de bigas e duelos entre gladiadores. O desfile da escola também passa pela Inglaterra do século XVII, onde foi desenvolvido o circo moderno com pequenos espetáculos de equitação, mágicos e palhaços. Os circos como são conhecidos hoje em dia também serão apresentados no desfile.

IMPERATRIZ DA GRANDE NITERÓI - Última escola a desfilar pelo Grupo de Acesso, às 6h da manhã deste domingo, a Imperatriz da Grande Niterói vai contar na avenida Antônio de Carvalho a história da aviação. O sonho do homem de voar desponta com o mito de Ícaro que, com suas asas de cera, iniciou o que é atualmente a realidade da aviação. O brasileiro Santos Dumont, inspirado em Ícaro, criou o Balão Brasil, vindo a despontar - a seguir - o 14 Bis, que causou encantamento ao mundo. Com o avanço da ciência, o homem se especializou e a tecnologia avançou. Hoje temos asas-deltas e supersônicos baseados em suas invenções, que tanto podem nos trazer prazer ou alegria como possibilitar viagens pelo mundo.
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil