CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 18 DE FEVEREIRO DE 1999
Samba & Cia.

PONTUAÇÃO - No desfile do Grupo Intermediário A, a Império do Sol, de São Leopoldo, perdeu dois pontos pela falta de uma alegoria. Já a Acadêmicos da Orgia foi penalizada com quatro pontos pela ausência de dois carros alegóricos. Por ter deixado de levar um carro, a Integração Areal da Baronesa perdeu dois pontos, o mesmo ocorrendo com a União da Tinga.

ESCRITOR - O jornalista Luis Fernando Verissimo acompanhou, no camarote 33, a Unidos de Vila Isabel de Viamão, que prestou homenagem a ele e a seu pai, Erico Verissimo. Com gestos tímidos, se limitou a aplaudir a passagem da mulher e da filha na Ala de Convidados. O filho Pedro ficou a seu lado, filmando a apresentação.

ALVORADA - Consciente dos problemas deste ano na avenida, a presidência da Diplomatas avalia que o esforço humano e os 20 anos da entidade devem ser valorizados.

FOLIÃO - O prefeito em exercício de Porto Alegre, José Fortunati, vive uma crise familiar carnavalesca. Ele é Bambas da Orgia e está fora da disputa do título do Grupo Especial. De 'camarote', ele deve assistir à briga entre a mulher, Regina, que é da Tinga, e o filho Bernardo, que é Imperadores.

CORTE - O público das arquibancadas lançou a campanha 'Fica, Corte', já pensando no Carnaval do ano 2000. A simpatia do Rei Momo Fábio Verçosa, aliado ao charme e à leveza da Corte 99, deveriam continuar na avenida. Vão deixar saudades.

GARIS - O Bloco do DMLU 'sambou' as três noites varrendo a pista. Pela evolução, merecem nota 10.

INSTRUMENTOS - A Fidalgos rebate que foram emprestados e usados os instrumentos musicais prometidos para o desfile da Mocidade Lomba do Pinheiro na avenida.
 
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil