CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, SÁBADO, 5 DE FEVEREIRO DE 2005
Complexo Cultural

CONCLUSÃO - A data para a conclusão do Complexo Cultural Porto Seco ainda é uma incógnita. Serão necessários pelo menos R$ 50 milhões - exatamente o dobro do que já foi investido - para que todos os equipamentos previstos no projeto sejam instalados na área localizada na zona Norte.

BARRACÕES - Dos 15 barracões previstos no Porto Seco, apenas sete foram entregues em 2004 e estão à disposição das escolas de samba do Grupo Especial. Algumas agremiações tiveram que dividir os espaços com as co-irmãs dos grupos A e B a fim de facilitar a confecção das alegorias.

PROJETO - O Complexo Cultural do Porto Seco - mais moderno equipamento do gênero no Mercosul - foi projetado para abrigar oito arquibancadas, com capacidade para 30 mil pessoas, multipalco, anfiteatro, centro administrativo e oficinas profissionalizantes. No futuro, a área de 28 hectares também terá um telecentro e espaços definidos para a Brigada Militar e para o Corpo de Bombeiros.

CATRACA - O vice-presidente da Associação das Entidades Carnavalescas de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul (Aecpars), Deoclécio Souza, lembra da necessidade de implantação de catracas junto à concentração para a contagem dos componentes das escolas de samba e tribos carnavalescas, que foi suspensa temporariamente em razão da falta de equipamentos.


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil