CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2005
Grêmio vence, mas adia a decisão
Equipe bateu o Santa Cruz por 2 a 0 no sábado, mas Náutico derrotou a Portuguesa e tem chances

22GREMIO.jpgMarcel e Pereira: apoiado por grande público, Grêmio fez 2 a 0 e agora precisa de um empate
 
 

Carlos Corrêa

No dia em que o Olímpico recebeu o seu maior público do ano 'quase 51 mil torcedores -, a Portuguesa estragou a festa do Grêmio. Para selar o retorno dos gremistas à Série A era preciso vencer o Santa Cruz no sábado e torcer contra o Náutico, que enfrentava os paulistas, no Canindé. O time de Mano Menezes fez a sua parte e venceu por 2 a 0. Mas os pernambucanos bateram a Lusa pelo mesmo placar e adiaram a decisão para o próximo final de semana, em Recife, quando um empate garante a vaga do Grêmio.

As atenções nas arquibancadas estiveram divididas entre o que ocorria no gramado e a partida de São Paulo. Em Porto Alegre, o Grêmio foi ao ataque com força no início. O Santa Cruz ameaçava apenas nos contra-ataques. Enquanto isso, o Náutico abria o marcador no Canindé, levando silêncio ao estádio Olímpico.

A intranqüilidade foi interrompida aos dez minutos do segundo tempo, com o gol do Grêmio. Patrício cobrou falta da direta e Lipatin se antecipou ao goleiro para cabecear na rede. Não demorou muito e a vantagem foi ampliada. Aos 25, Ricardinho levantou a bola na área e Marcel, de cabeça, acertou o ângulo do goleiro, fazendo Grêmio 2 a 0.

Grêmio: Galatto; Patrício, Domingos, Pereira e Escalona; Nunes, Sandro, Marcel (Lucas) e M. Costa (Anderson); Lipatin (P. Júnior) e Ricardinho. Técnico: M. Menezes

Santa Cruz: Cléber; Valença, Carlinhos e Adriano (Leonardo); Osmar, Neto, Andrade, Rosembrick (Júnior Maranhão) e Xavier; Carlinhos Bala e Reinaldo (Paulinho). Técnico: Givanildo Oliveira

Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR). Expulsão: Neto (Santa Cruz). Público: 50.960 (44.237 pagantes). Renda: R$ 687.666.
 
 
 


Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil